Devocional lição 02/ 2ºtrim 2017, Terça-feira – Abel, o primeiro pastor de ovelhas.

Gênesis 4:2
E teve mais a seu irmão Abel; e Abel foi pastor de ovelhas, e Caim foi lavrador da terra”.

Abel era um pastor de ovelhas, uma profissão nobre e ao mesmo tempo muito estranha para a época, pois num tempo em que os homens ainda não comiam carne, qual era a finalidade de se ter um rebanho? Bom, a luz da palavra de Deus, as ovelhas serviam para, pelo menos, dois propósitos:
– Cobrir a nudez do homem, que tem precedente no próprio ato de Deus;
– Servir de oferta, um sacrifício pelo pecado, também conforme o modelo de Deus.

O trabalho é a vontade de Deus e não uma maldição; é uma bênção. O mandamento “seis dias trabalharás e farás toda a tua obra”, fazia parte da lei de Deus tanto quanto sua ordem para que o seu povo, posteriormente, guardasse o sábado. A Bíblia não tem nada de bom a dizer sobre o ócio ou sobre pessoas ociosas que esperam que outros provejam para elas. Antes de começar seu ministério público, Jesus trabalhou como carpinteiro. Quando não estava viajando ou pregando, o apóstolo Paulo trabalhava confeccionando tendas. Como cristãos, não devemos trabalhar simplesmente para pagar as contas e suprir nossas necessidades. Devemos trabalhar porque esse foi o meio ordenado por Deus para que servíssemos ao Senhor e aos outros e, assim, glorifiquemos a Deus em nossa vida. Não trabalhamos só para ganhar a vida; trabalhamos para ter uma vida, desenvolver as aptidões que recebemos de Deus e aumentar a qualidade e a quantidade de nosso trabalho.

Adão e Eva haviam aprendido a adorar a Deus durante seus dias maravilhosos no jardim, antes que o pecado trouxesse maldição para a vida deles e para a terra. Certamente, haviam ensinado aos filhos sobre o Senhor e sobre a importância de adorá-lo. Os trabalhadores precisam ser adoradores, do contrário, podem tornar-se idólatras, concentrando-se nos dons e não naquele que os concedeu, esquecendo-se de que é Deus quem dá a capacidade de trabalhar e de adquirir riquezas.
Quando Deus vestiu Adão e Eva com peles de animais, talvez tenha lhes ensinado sobre os sacrifícios e o derramamento de sangue. É possível que eles, por sua vez, tenham passado essa verdade para seus filhos. A verdadeira adoração é algo que devemos aprender com o próprio Deus, pois somente Ele pode determinar as regras para nos aproximarmos dele e para lhe agradar em adoração.

Adão ensinou a seus filhos o motivo da necessidade de trabalhar: era parte do mandamento de Deus na criação, e eles eram colaboradores de Deus. O trabalho não é um castigo de Deus por causa do pecado, pois Adão já trabalhava no jardim antes de sua esposa cair na tentação de Satanás. A abordagem bíblica acerca do trabalho é que somos privilegiados em cooperar com Deus ao usar as dádivas de sua criação para o bem das pessoas e a glória DEle.

Deus te abençoe.
Graça e Paz.

Compartilhar

Erivelton Figueiredo

Cristão Evangélico; Obreiro do Senhor Jesus Cristo, pela misericórdia de Deus; Professor da EBD; Capelão; Estudante persistente da Palavra de Deus; Membro da Igreja Evangélica Assembleia de Deus - Min. Boas Novas em Guarapari-ES. Casado com a Inês; pai do Hugo, do Lucas e da Milena.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.