O espírito humano veio de Deus.

Provérbios 20: 27
 “A alma do homem é a lâmpada do Senhor, a qual esquadrinha todo o mais íntimo do ventre”.

Está cientificamente provado, e digo cientificamente não em detrimento ao que a Palavra de Deus já assevera desde que foi escrita, mas para convencer os céticos de que no ato em que um espermatozoide fecunda um óvulo dá-se a origem de um ser tricotômico, e, ainda que seja apenas uma célula em constante multiplicação e desenvolvimento, nela já está impresso todo código genético dos pais. Um óvulo fecundado tem designação de alma vivente, tanto pela Bíblia quanto pela Ciência. Quando a criança nasce, ela traz consigo desde a sua concepção, os elementos necessários que a qualificam como ser vivo. O nascimento de uma criança nada mais é do que a manifestação física e visual de algo que já existia no ventre feminino desde que foi fertilizado o óvulo – uma vida em potencial.

Já falamos, em trimestres passados, que a homem é formado de três substâncias ou elementos – corpo, alma e espírito, e, embora a alma e o espírito estejam “fundidos” de forma que a Palavra de Deus, em muitas passagens, se refere a um ou ao outro intercambiando como sendo um só elemento – “Disse, então, Maria: A minha alma engrandece ao Senhor, e o meu espírito se alegra em Deus, meu Salvador”; “Porque, assim como o corpo sem o espírito está morto, assim também a fé sem obras é morta”; e, “Deus é Espírito, e importa que os que o adoram o adorem em espírito e em verdade”, eles são distintos naquilo para que foram criados.

Alguém deu um exemplo muito prático para explicar, de maneira bem sucinta e de fácil compreensão, os papéis que cada elemento do ser humano – corpo, alma e espírito. Imagine que o corpo humano seja um aparelho de celular, o corpo em si, é parte externa do aparelho, é o que dá a sua forma e beleza, é o receptáculo;  a alma, no exemplo, é o hardware do aparelho, isto é, é a placa eletrônica com o sistema eletrônico incrustado nela; e, por fim, o espírito, no exemplo, é a bateria que vai gerar energia para que o sistema eletrônico funcione e o aparelho seja útil. Desta forma, compreendemos facilmente que sem a bateria o aparelho de celular se torna inútil e, de igual forma, assim é o corpo humano. Os três elementos trabalhando intrinsecamente formam o indivíduo. No tocante a seres humanos vivos, o corpo com um espírito nada é sem uma alma; uma alma e um corpo nada são sem um espírito; e, consequentemente, uma alma e um espírito nada são sem um corpo.

 A existência de um está intrinsecamente ligada à existência do outro. Um corpo para existir e estar vivo precisa de uma alma e um espírito, da mesma forma que a existência da alma está diretamente ligada à existência de um corpo e um espírito e, com o espírito da mesma forma, não há como ele existir sem um corpo e sem uma alma.

Erivelton Figueiredo

Deus te abençoe.
Graça e Paz.

Compartilhar

One thought on “O espírito humano veio de Deus.

  • 16 de janeiro de 2020 em 07:48
    Permalink

    Amei a explicação 👏👏👏

    Resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.