Deus atende aos pedidos dos fiéis por intermédio de seu grande amor.

I João 3: 21-23
 “Amados, se o nosso coração nos não condena, temos confiança para com Deus; e qualquer coisa que lhe pedirmos, dele a receberemos, porque guardamos os seus mandamentos e fazemos o que é agradável à sua vista. E o seu mandamento é este: que creiamos no nome de seu Filho Jesus Cristo e nos amemos uns aos outros, segundo o seu mandamento”.

Uma das grandes dificuldades que enfrentamos como crentes, é a de entendermos que o que o nosso Deus requer de cada um de seus filhos, deve ser realizado com liberalidade, espontaneidade e voluntariamente. Tudo quanto nós realizamos em prol da obra do Senhor e é feito sob o aspecto de dever cumprido, não produz o efeito necessário para o que foi designado realizar. Nosso Deus não quer que O obedeçamos só pelo fato de ter sido Ele quem ordenou que se fizesse. Quando dizemos que Deus exige e não pede, isso não quer dizer que Ele se satisfaz com os que obedecem por imposição, o fato de Deus exigir quer dizer que Ele não aceita qualquer coisa de qualquer um.

O ensino proposto para este trimestre quer conduzir os crentes a viverem plenamente em Cristo. Mas o que isso quer dizer – viver plenamente em Cristo? Isso quer dizer que devemos servir a Deus não por medo e nem com um espirito de servidão forçada, nós devemos servir a Deus porque isso agrada-O. O crente que vive para agradar a Deus descobre que Deus encontra maneiras de agradar seu filho – “Agrada-te do Senhor, e ele satisfará os desejos do teu coração“. Ao ter prazer no amor de Deus, aquilo que se deseja torna-se parte da vontade de Deus.

O próprio Senhor nos incentiva a entrar nos Seus “átrios” com ousadia, entretanto, essa ousadia não significa atrevimento, mas, conforme o “discípulo amado” escreveu na sua primeira carta, se não somos condenados pela consciência, se nosso coração está limpo não temos o que temer, pois, além de sermos recebidos diante do Seu trono, o Senhor nos atenderá as súplicas. Todavia, não podemos nos estribar em nossa condição ilibada e supor que estamos sendo atendidos por causa disso. Tudo quanto recebemos de Deus, nos é dado por Jesus Cristo.

Algumas pessoas costumam dizer que ser crente é muito fácil. Eu discordo.
Frequentar igreja e carregar uma Bíblia, sem dúvida alguma é uma tarefa muito fácil, mas ser crente de verdade exige esforço e determinação. E, é exatamente isso que Paulo quer que nós, como crentes, independente da época entendamos. Na carta escrita aos crentes de Éfeso e que se estende até os nossos dias, Paulo exorta que os que agora são chamados “filhos de Deus” vivam condignamente como “filhos” do Deus Soberano.

Erivelton Figueiredo

Deus te abençoe.
Graça e Paz.

Referências:
– Comentário Bíblico Expositivo do Novo Testamento – Warren W. Wiersbe

Compartilhar

2 thoughts on “Deus atende aos pedidos dos fiéis por intermédio de seu grande amor.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.