O Espírito Santo opera a união perfeita.

Efésios 4: 11-14
 “E ele mesmo deu uns para apóstolos, e outros para profetas, e outros para evangelistas, e outros para pastores e doutores, querendo o aperfeiçoamento dos santos, para a obra do ministério, para edificação do corpo de Cristo, até que todos cheguemos à unidade da fé e ao conhecimento do Filho de Deus, a varão perfeito, à medida da estatura completa de Cristo, para que não sejamos mais meninos inconstantes, levados em roda por todo vento de doutrina, pelo engano dos homens que, com astúcia, enganam fraudulosamente”.

A exortação de Paulo aos crentes de Éfeso não originou do raciocínio lógico que ele teve por si mesmo, indiscutivelmente Paulo estava inspirado pelo Espírito Santo para exortar os crentes de todas as épocas a observarem cuidadosamente, com extremo esmero, a própria conduta dentro da igreja, ou seja, cada crente, de maneira individual, deve zelar por aquilo que Deus pôs em suas mãos, independente do que seja. E, muito mais importante do que o nosso ministério (seja qual for) são as vidas (independente de quem seja), os “irmãos” os quais devemos zelar, tendo-os em honra e amando-os como a nós mesmos.

Quando examinamos as cartas pastorais percebemos que nunca existiu uma igreja perfeita. De todas as igrejas citadas, em todas elas sempre havia algo que denegria a sua imagem diante de Deus, isto é, embora a igreja possa ser um exemplo neste mundo, aos olhos do Pai Celestial sempre, em alguma coisa, estaremos em falta. Todavia, podemos sim chegar bem próximo daquilo que o Senhor requer de nós como igreja, desde que tenhamos o auxilio do Espírito Santo.

Quando o Senhor Jesus disse que enviaria o Consolador, Ele não estava dizendo que viria alguém para passar as mãos em nossa cabeça nos momentos difíceis de nossa vida, antes, muito mais do que apenas isso, este Consolador – o Espírito Santo – é o nosso suporte para todas as coisas que queiramos efetuar. Quando lemos a Bíblia nenhuma compreensão do que estamos lendo pode ser alcançada sem que o INTERPRETE da Sagrada Escritura nos ensine e, além disso, nada do que aprendemos na Palavra de Deus pode ser posto em prática, em nossa vida, sem que o Espírito Santo nos condicione para isso. Da mesma forma é assim que ocorre em nossa vida como membros do “Corpo de Cristo”.

Nenhum louvor; nenhuma ministração; nenhum ensino; nenhuma exortação; nenhum consolo; nenhuma edificação; nenhuma oração e nenhuma liderança serão eficazes sem que o Espírito Santo seja o principal agente propulsor. Nem mesmo conseguiremos amar o nosso irmão ou, até mesmo, viver pacificamente e unidos sem que o Espírito Santo de Deus opere isso em nós.

Em lugar algum, nas páginas da Sagrada Escritura, encontramos algum relato sobre a existência de uma igreja (local) perfeita, o que encontramos são exortações a fim de que sejamos “membros” perfeitos para sermos “implantados” no “Corpo de Cristo” – a igreja fiel.

Erivelton Figueiredo

Deus te abençoe.
Graça e Paz.

Compartilhar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.