A união, uma arma contra a oposição.

Atos 4: 29-32
 “Agora, pois, ó Senhor, olha para as suas ameaças e concede aos teus servos que falem com toda a ousadia a tua palavra, enquanto estendes a mão para curar, e para que se façam sinais e prodígios pelo nome do teu santo Filho Jesus. E, tendo eles orado, moveu-se o lugar em que estavam reunidos; e todos foram cheios do Espírito Santo e anunciavam com ousadia a palavra de Deus. E era um o coração e a alma da multidão dos que criam, e ninguém dizia que coisa alguma do que possuía era sua própria, mas todas as coisas lhes eram comuns”.

Estar unido aponta para um comportamento que vai muito mais além do que o de simplesmente estar juntos. O principio bíblico para o termo união, indica que os que estão unidos têm todas as coisas em comum, ou seja, nada é propriedade exclusiva de daquele que tem, antes, tudo o que qualquer pessoa tem, apesar de estar em seu poder, não é propriamente seu, é de todos.

Nada pode ser mais nocivo ao relacionamento fraternal entre os membros de uma igreja do que o egoísmo. É muito difícil uma igreja prosperar onde não há união entre os “irmãos” e, quando falamos em prosperar, não estamos falando estritamente em crescer, mas, também, em ser uma igreja operosa de boas obras. A própria Palavra de Deus diz que – “Melhor é serem dois do que um, porque têm melhor paga do seu trabalho. Porque, se um cair, o outro levanta o seu companheiro; mas ai do que estiver só; pois, caindo, não haverá outro que o levante. Também se dois dormirem juntos, eles se aquentarão; mas um só como se aquentará? E, se alguém quiser prevalecer contra um, os dois lhe resistirão; e o cordão de três dobras não se quebra tão depressa”.

A igreja do Senhor não suporta aqueles que querem viver isoladamente. Dentro da igreja do Senhor Jesus o estilo de vida “cada um no seu quadrado” não pode subsistir. O problema é que as pessoas confundem liberdade com intimidade e, por causa disso, muitos problemas de ordem de sociabilização são criados. Embora ensinemos que dentro da igreja o amor fraternal deve ser expresso de maneira imperiosa, todavia, não estamos insinuando que as pessoas devem “meter” o nariz na vida dos outros. O extraordinário na igreja de Cristo é a comunhão de pessoas tão distintas uma da outra.

Embora possam ser vistas como sinônimos, as palavras união e comunhão quando analisadas individualmente nos fazem entender o que cada um dos termos tem a nos ensinar sobre o nosso comportamento como igreja do Senhor. O termo comunhão nos leva a compreender que tudo o que temos e o que fazemos é para o bem comum de todos e, o termo união, como dissemos, apesar de ter o mesmo entendimento, nos revela o quanto estamos em comunhão, pois os que estão unidos entre si não apenas repartem o que tem entre si, muito melhor que isso, os que estão unidos buscam avidamente um ponto de equilíbrio (espiritualmente falando) entre si.

Erivelton Figueiredo

Deus te abençoe.
Graça e Paz.

Compartilhar

One thought on “A união, uma arma contra a oposição.

  • 26 de agosto de 2020 em 07:53
    Permalink

    Mensagem forte de hoje …

    Eu particularmente na minha opinião…

    Separo dois paralelo de união e comunhão..

    União, unir..juntar os laços ..dar as mãos..

    Comunhão andar de comum acordo..

    Como igreja tentamos andar em comunhão e união com as pessoas …

    Eu respeito as pessoas que participa da igreja de Cristo ..muitos querem usar o Salmo 133 para falar em união e At 2,46.. comunhão

    Mais no contexto do dos textos …mostras a totalidade do comportamento das pessoas em estar todas reunidas no mesmo local …

    Sl.133 Davi escreve ao perceber como maravilhoso era ver o povo subir a Jerusalém de todas as partes para adorar a Deus

    At. 2.44 nós mostra que eram *todos os que criam tinha tudo em comum* eu costumo a dizer e me lembra de pelo mesmo 120 discípulos todo dia buscando o mesmo propósito..

    Eu de mim mesmo vigio nesta parte ..posso dar as mãos para as pessoas quando se fala em reino de Deus…

    Agora comunhão ( andar de comum acordo)..outra história…

    Infelizmente convivemos com pessoas que crerem que você aceita o carater delas….andam na mentira .saem fazendo contenda onde passa .saem contando sua história no 4 cantos das redes sociais. E acham que todo mundo acredita na sua história…

    Do que adianta queremos ganhar a amizade do mundo todo *tentar mostrar* e benção para as pessoas….e no último dia perder a sua alma..Mc 8,36

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.