As Escrituras testemunham que a Palavra de Deus é viva e eficaz.

Hebreus 4: 12
 “Porque a palavra de Deus é viva, e eficaz, e mais penetrante do que qualquer espada de dois gumes, e penetra até à divisão da alma, e do espírito, e das juntas e medulas, e é apta para discernir os pensamentos e intenções do coração”.

A comparação que o escritor aos hebreus faz da Bíblia com uma espada, indiscutivelmente, não tem aplicação com objetivo para o qual é usada. Isso não quer dizer que de um lado ela age de uma forma e do outro lado de forma diferente, não é bem isso. O que o escritor quis dizer é que não existe no mundo nenhum instrumento de corte tão afiado quanto a Bíblia. Mesmo uma espada de dois gumes afiadíssima não tem condição de alcançar a profundeza da natureza humana. Uma espada dilacera músculos, tendões e até pequenos ossos, mas penetrar até a divisão da alma e do espírito é impossível.

A Bíblia é viva. A Bíblia tem sobrevivido a incontáveis ataques de seus inimigos desde o dia em que foi compilada. Aliás, desde que começou a ser escrita, tudo foi feito para que seus originais se perdessem com a história, entretanto, o Senhor preservou os originais a fim de que Sua Palavra chegasse até nós. Cremos que a Bíblia é viva porque quem a vivifica é o próprio Senhor. Cremos que ela é viva e transmite vida aos que se dedicam em estudá-la, pois nenhum outro livro tem o poder de influenciar seu leitor como a Bíblia tem. Ouso dizer que quem estuda a Bíblia não a está lendo, mas tendo uma conversa íntima com Deus. O Espírito Santo nos focaliza, um a um, e fala a palavra pessoal, que nos cabe, em uma conversa íntima.

A eficácia da Bíblia corresponde dizer que ela é capaz de fazer o que Deus pretende. Esta é a certeza que encontramos expressa tão poderosamente em Isaías –  “Assim será a palavra que sair da minha boca: ela não voltará para mim vazia, antes fará o que me apraz, e prosperará naquilo para que a enviei.” Corresponde dizer também que, diferente de uma espada onde são necessários vários golpes para atingir um determinado ponto, a Bíblia com apenas um “golpe” atinge o ponto principal, aquilo que é necessário ouvirmos.

A espada de dois gumes usada como comparativo pelo escritor, talvez tenha sido o objeto mais cortante que ele conhecia no seu tempo, mas, transferindo para os nossos dias, podemos dizer que um bisturi cirúrgico seja o instrumento mais cortante de hoje e, mesmo assim, ele não é tão penetrante quanto a Bíblia. Um bisturi na mão de um cirurgião é o instrumento perfeito para cortes precisos, mas totalmente inútil para diagnosticar a origem de um problema.

A Bíblia é tida como um instrumento muito mais afiado do que uma espada de dois gumes porque na sua ação ela não causa traumas, ou seja, quanto mais afiado o instrumento de corte menos dilaceração ele causa no tecido muscular.

Deus é capaz de ver tudo acerca da vida física e espiritual do homem.

Erivelton Figueiredo

Deus te abençoe.
Graça e Paz.

Referências:
– Comentário Bíblico do Novo Testamento Broadman

Compartilhar

One thought on “As Escrituras testemunham que a Palavra de Deus é viva e eficaz.

  • 8 de fevereiro de 2022 em 02:01
    Permalink

    Ótimo texto
    Deus continue lhe abençoando 🙌

    Resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.