Cuidado com a medida que você julga o outro.

Marcos 4:24
 “E disse-lhes: Atendei ao que ides ouvir. Com a medida com que medirdes vos medirão a vós, e ser-vos-á ainda acrescentada”.

Texto fora do contexto é apenas pretexto – esta frase não é de minha autoria e, a bem da verdade, não sei que a citou, porém, ela expressa uma verdade incontestável acerca daquilo que algumas pessoas querem fazer com o que está escrito na Bíblia. Incontáveis dogmas religiosos foram estabelecidos sobre interpretações equivocadas ou, em certo sentido, incompletas do texto bíblico. Alguns cristãos deram a determinados textos bíblicos um significado que lhes eram convenientes, ou seja, impuseram à igreja certas ‘doutrinas’ usando a Bíblia como base para que não fossem contestados em seus maus comportamentos.

O versículo bíblico supracitado, não pode ser interpretado fora do seu contexto. Ele, lido isoladamente e, interpretado dentro do que conhecemos do significado das palavras da língua portuguesa, nos leva a viver sob o domínio opressor de certos líderes religiosos, sem termos o direito de qualquer reclamação. Tanto o versículo 24 quanto o 25 servem como um complemento da Parábola da Candeia. No original grego, eles estão concluindo o que foi dito na parábola. As traduções deste texto não fazem o menor sentido se não lermos a parábola da candeia com algum entendimento.

O sentido da palavra’ medida’, no texto bíblico em apreço, está relacionado ao estudo das verdades espirituais e a aplicação da sabedoria divina. É como se Jesus estivesse falando algo como “Com esta mesma medida que vocês buscarem a sabedoria de Deus vocês serão medidos (a medida da sua busca) e ainda mais vocês receberão“. Percebem que não tem nada a ver com o que nos foi ensinado durante toda a vida? Jesus não está dizendo, aqui neste texto, que não podemos julgar as pessoas. 

Quando Jesus proferiu estas palavras, Ele estava discursando para uma multidão de pessoas, muitos dos quais rejeitavam com veemência Seus ensinos, então, neste caso, o que Jesus estava dizendo era que os fariseus precisavam ser humildes para aprenderem a palavra da verdade que ele estava pregando. Jesus conhecia o coração deles e sabia que eles eram completamente religiosos e que não o ouviam de bom grado. Ele também diz que os que tem um coração ensinável, ou seja, os discípulos, mais entendimento eles receberiam.

Nosso Deus recompensa todos os que O buscam e não devemos nos contentar com o conhecimento prévio que possuímos. Devemos nos desfazer de todo conhecimento para que a verdade de Cristo reine em nós. Precisamos fugir dos conceitos religiosos para não nos tornarmos escravos da letra.

Erivelton Figueiredo

Deus te abençoe.
Graça e Paz.

Referências:
– Bíblia de Estudo NAA.
– www.blogcomcristo.com – Hiran Amorim

Compartilhar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.