Deus é o Criador de todas as coisas.

Gênesis 1:1-2
 “No princípio, criou Deus os céus e a terra. E a terra era sem forma e vazia; e havia trevas sobre a face do abismo; e o Espírito de Deus se movia sobre a face das águas”.

Talvez, alguns estudantes da Bíblia se decepcionem por não encontrarem nela qualquer argumento inquestionável que comprovem a existência de Deus. A Bíblia não procura oferecer-nos qualquer prova racional quanto à existência dEle. Pelo contrário, ela já começa tornando a sua existência como pressuposição básica – “No princípio, criou Deus …”. Deus existe! Ele é o ponto de partida. Ele é razão de todas as coisas existirem – “Todas as coisas foram feitas por Ele, e sem Ele nada do que foi feito se fez”, ou seja, nenhuma criatura (no sentido de qualquer coisa criada) começou a existir por seus próprios meios. Deus se tornou conhecido mediante o seu ato de criar e de sustentar tudo quanto existe.

Nós servimos a um Deus que tanto age quanto fala. A nossa fé não é o resultado do caráter humano evolucionário, mas da revelação que Deus fez de Si mesmo. A revelação divina é progressiva na sua natureza à medida que Deus se revelou através dos registros bíblicos. Deus existe por si mesmo, pois não depende de nenhuma fonte originária para existir. Seu próprio nome, Yahweh, declara que “Ele é e continuará sendo”. Deus não depende de ninguém para aconselhá-lo ou para ensiná-lo. Ele não necessitou de outro ser para ajudá-lo na criação e na providência.

A Bíblia não dá nenhuma margem para que se discuta o tema da evolução. Muito pelo contrário, seu parecer afirma que Deus criou o mundo. A visão bíblica da criação não entra em conflito com a ciência, mas sim com a teoria de um princípio sem um Criador. Crentes igualmente comprometidos e sinceros têm discutido sobre a criação e chegado a diferentes conclusões. Isso é natural que aconteça, pois as provas são muito antigas e fragmentadas, devido às devastações que ocorreram ao longo da história da humanidade.

Os estudantes da Bíblia e da ciência devem evitar polarizações. É preciso cuidado para não fazer a Bíblia dizer o que ela não diz. Da mesma forma, o estudante da ciência não deve fazer a ciência dizer o que ela não diz. O aspecto mais importante desta discussão não é o processo, mas a origem da criação. O mundo não é produto da casualidade e probabilidade; Deus o criou.

A Bíblia não apenas nos diz que o mundo foi feito por Deus, mas também nos mostra quem é Deus. Ela revela a personalidade dEle, o seu caráter e o seu plano para a criação. Além disso. a Bíblia também revela o desejo mais profundo de Deus – relacionar-se com as pessoas que Ele criou. Deus deu o último passo em direção à reconciliação conosco através da sua visita histórica ao planeta na Pessoa de seu Filho – Jesus Cristo.

Erivelton Figueiredo

Deus te abençoe.
Graça e Paz.

Referências:
– Bíblia de Estudo Aplicação Pessoal.
– Teologia Sistemática, Stanley Horton.

Compartilhar

Erivelton Figueiredo

Cristão Evangélico; Obreiro do Senhor Jesus Cristo, pela misericórdia de Deus; Professor da EBD; Capelão; Estudante persistente da Palavra de Deus; Membro da Igreja Evangélica Assembleia de Deus - Min. Boas Novas em Guarapari-ES. Casado com a Inês; pai do Hugo, do Lucas e da Milena.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.