Nenhum ídolo pode tomar o lugar de Deus.

Levítico 19: 4
Não vos virareis para os ídolos, nem vos fareis deuses de fundição. Eu sou o SENHOR, vosso Deus

Idolatria representa uma corrupção da religião verdadeira, é o culto aos falsos deuses. A palavra significa adoração aos ídolos. O ídolo, de acordo com a definição bíblica, é uma representação, uma semelhança, uma imagem de escultura que representa um deus falso, e que é objeto, em si, de adoração da parte do homem. A palavra hebraica equivalente significa também vaidade, coisa vazia. Por esta razão, Paulo classifica a idolatria, em Atos 14:15, como coisas vãs.

A idolatria é um pecado que o povo de Deus, através da história do Antigo Testamento, cometia repetidamente. O primeiro caso registrado na Bíblia, ocorreu na família de Jacó. Pouco antes de chegar a Betel, Jacó ordena a remoção de imagens de deuses estranhos. O primeiro caso em que Israel, de um modo global, envolveu-se com idolatria foi na adoração do bezerro de ouro, enquanto Moisés estava no monte Sinai. Durante o período dos juízes, o povo de Deus frequentemente se voltava para os ídolos. Embora não haja evidencia de idolatria nos tempos de Saul ou de Davi, o final do reinado de Salomão foi marcado por frequente idolatria em Israel. Na história do reino dividido, todos os reis do Reino do Norte foram idólatras, bem como muitos dos reis do Reino do Sul. Somente depois do exílio, é que cessou o culto idólatra entre os judeus.

A Palavra de Deus, no Novo Testamento, nos adverte contra a idolatria. A idolatria manifesta de diversas formas hoje em dia. Aparece abertamente nas falsas religiões mundiais, bem como na feitiçaria, no satanismo e noutras formas de ocultismo. A idolatria está presente sempre que as pessoas dão lugar à cobiça e ao materialismo, ao invés de confiarem em Deus somente. A idolatria ocorre dentro das igrejas, quando seus membros acreditam que, a um só tempo, poderão servir a Deus, desfrutar da experiência da salvação e as bênçãos divinas, e também, participar das praticas imorais e ímpias do mundo. Para evitar que caiamos nessa cilada, o Senhor Deus nos adverte veementemente a não sermos cobiçosos, avarentos e nem imorais. O Senhor reforça suas advertências, declarando que todo aquele que praticar qualquer forma de idolatria não herdará o Reino dos Céus.

Por trás de toda idolatria há demônios, que são seres sobrenaturais controlados pelo diabo. O poder que age por detrás da idolatria é o dos demônios, os quais tem certo poder sobre o mundo e os que são deles. Uma pessoa insatisfeita com aquilo que tem e que sempre cobiça mais, não hesitará em obedecer aos princípios e vontade desses seres sobrenaturais que conseguem para tais pessoas aquilo que desejam.

Para ser um idólatra, necessariamente não precisar adorar imagens de madeira ou de pedra. Paulo na sua carta aos Efésios, declara que idólatra é todo aquele que faz dos seus desejos cobiçosos a sua característica de vida.

Deus te abençoe.
Graça e Paz.

Referências:
– Bíblia de Estudo Pentecostal
– Você é culpado de idolatria? Pb. Solano Portela.

Compartilhar

Erivelton

Cristão Evangélico; Obreiro do Senhor Jesus Cristo, pela misericórdia de Deus; Professor da EBD; Capelão; Estudante persistente da Palavra de Deus; Membro da Igreja Evangélica Assembleia de Deus - Min. Boas Novas em Guarapari-ES. Casado com a Inês; pai do Hugo, do Lucas e da Milena.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.