O poder de Deus em nós.

II Coríntios 13: 4
 “Porque, ainda que tenha sido crucificado por fraqueza, vive, contudo, pelo poder de Deus. Porque nós também somos fracos nele, mas viveremos com ele pelo poder de Deus em vós”.

Geralmente as pessoas avaliam como corriqueiras algumas situações ou circunstancias que envolvem suas vidas e, isso se dá pelo fato de que somos instigados a ver e entender todas as coisas como sendo um processo natural na vida do ser humano. Por exemplo, se a violência aumenta, imediatamente, justificamos isso como sendo decorrência do tráfico de drogas e, outro exemplo mais recente, a “suposta pandemia” que desestabilizou o mundo, tem a China como sendo a fonte original desta caótica situação. Esporadicamente nos voltamos para a Bíblia a fim de verificar que tudo quanto tem acontecido no mundo está escrito nela.

Infelizmente, e isso nós dizemos com profundo sentimento de tristeza, nós temos, em nosso meio, muitos crentes que estão desinformados acerca de muitos assuntos da Bíblia. E, quando falamos de assuntos bíblicos, não estamos nos referindo aos que são complexos, mas aos que deveriam ser vistos como ensino básico que todo crente tem o dever de saber. Sobre essa questão de muitos crentes permanecerem ignorantes quanto ao conhecimento básico das doutrinas bíblicas, temos dito, com insistência, que isso é decorrente, ou de um ensino bíblico inconsistente com as doutrinas bíblicas, ou da falta de interesse em aprender do próprio crente. E, infelizmente, o fruto que uma situação como esta produz é o crescimento de um crente debilitado espiritualmente.

Um crente debilitado espiritualmente é o crente que não tem nenhuma convicção, bem como, não consegue sustentar biblicamente a fé que professa e, o crente numa situação dessas, é levado por qualquer vento de doutrina, principalmente se esse vento for soprado por alguém que está em evidência nas redes sociais. É por isso, que vemos crente se achando um “deusinho” só porque disseram que ele é filho de Deus; também, vemos crentes “colocando” Deus contra a parede porque foram ensinados que, como filhos de Deus, tem o direito de “exigir” qualquer coisa dEle.

Tudo isso foi necessário escrevermos para que possamos compreender de maneira mais clara que os dons espirituais, não obstante estarem disponíveis a todos os crentes, porém, serão concedidos apenas àqueles que como “vasos” encontra-se em condições de uso e, como vimos anteriormente, não estamos falando daquilo que o “vaso” representa externamente, mas de como está o seu interior. O poder de Deus não será manifestado naquele “vaso” que chama a atenção somente pela sua beleza e aparência externa. O poder de Deus se manifesta no “vaso” que se esvazia dos seus próprios conceitos, teorias e razões.

O “Oleiro” fez o “vaso” e lhe deu a liberdade de escolher o tipo de conteúdo que o encheria.

Erivelton Figueiredo

Deus te abençoe.
Graça e Paz.

Compartilhar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.