"𝓔, 𝓵𝓲𝓫𝓮𝓻𝓽𝓪𝓭𝓸𝓼 𝓭𝓸 𝓹𝓮𝓬𝓪𝓭𝓸, 𝓯𝓸𝓼𝓽𝓮𝓼 𝓯𝓮𝓲𝓽𝓸𝓼 𝓼𝓮𝓻𝓿𝓸𝓼 𝓭𝓪 𝓳𝓾𝓼𝓽𝓲𝓬̧𝓪". 𝓡𝓶 6:18

Devocionais EBD

O poder pentecostal é indispensável para a obra de Missões.

Atos dos Apóstolos 1: 8
 ”Mas recebereis a virtude do Espírito Santo, que há de vir sobre vós; e ser-me-eis testemunhas tanto em Jerusalém como em toda a Judéia e Samaria e até aos confins da terra.

Durante os anos do ministério de Jesus na terra os discípulos continuamente inquiriam sobre o Reino de Deus. Quando viria e que papel eles teriam neste Reino? A expectativa girava entorno de uma visão tradicional, o Messias seria apenas um líder terreno que livraria Israel do domínio de Roma. Mas o Reino do qual Jesus falou era em primeiro lugar espiritual, estabelecido no coração e na vida de cada crente – “Nem dirão: Ei-lo aqui! Ou: Ei-lo ali! Porque eis que o Reino de Deus está entre vós.” A presença e o poder de Deus habitam nos crentes na pessoa do Espírito Santo.

Jesus prometeu aos discípulos que receberiam poder para testemunhar depois de terem recebido o Espírito Santo. O poder do Espírito Santo não é limitado a uma forca superior ao que é considerado comum. Tal poder envolve coragem, ousadia, confiança, perspicácia, habilidade e autoridade. Os discípulos precisariam de todas estas qualidades para cumprir sua missão. A capacitação dos discípulos foi realizada de maneira progressiva. Nós observamos que primeiro eles receberiam o Espírito Santo a fim de que obtivessem poder para, então e somente então, testemunharem e alcançarem resultados extraordinários. Atualmente alguns crentes invertem essa ordem progressiva e querem testemunhar pelo próprio poder e autoridade. O testemunho não é a exibição do que podemos fazer por Deus, mas a prova e o testemunho do que Deus fez por nós.

Neste versículo (At 1:8) vemos uma série de progressões. As Boas Novas deveriam ser pregadas em Jerusalém, depois na Judéia e em Samaria, e finalmente no mundo inteiro. O cristianismo começaria com os judeus devotos em Jerusalém e na Judéia, seria anunciado aos judeus mestiços de Samaria, e depois, aos gentios nos lugares mais remotos da terra. Podemos considerar que as Boas Novas de Deus não alcançaram seu destino final se alguém em sua família, seu local de trabalho, sua escola ou em sua comunidade ainda não ouviu falar a respeito de Jesus Cristo.

Jesus instruiu seus discípulos a testemunharem aos povos de todas as nações a respeito dEle. Porém, foram informados de que deveriam esperar primeiro pelo derramamento do Espírito Santo. Deus tem um trabalho importante para que cada um de nós realizemos para Ele, mas devemos fazê-lo pelo poder do Espírito Santo. Frequentemente, gostamos de dar prosseguimento ao trabalho, ainda que isto signifique passar a frente de Deus. Mas às vezes a espera faz parte do plano dEle.

Como os outros judeus, os discípulos sofreram sob o domínio dos governantes romanos. Eles queriam que Jesus libertasse Israel do poder de Roma e se tornasse seu rei. Jesus respondeu que o Pai estabeleceu o tempo de todos os acontecimentos mundiais, nacionais e pessoais. Se desejamos que Deus realize mudanças em nossa vida, não sejamos impaciente; confiemos no cronograma de Deus.

Erivelton Figueiredo

Deus te abençoe.
Graça e Paz.

Referências:
– Bíblia de Estudo Pentecostal.
– Bíblia de Estudo e Aplicação Pessoal.

Compartilhar

Erivelton Figueiredo

Cristão Evangélico; Obreiro do Senhor Jesus Cristo, pela misericórdia de Deus; Professor da EBD; Capelão; Estudante persistente da Palavra de Deus; Membro da Igreja Evangélica Assembleia de Deus - Min. Boas Novas em Guarapari-ES. Casado com a Inês; pai do Hugo, do Lucas e da Milena.

One thought on “O poder pentecostal é indispensável para a obra de Missões.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.