Devocional lição 11 – Sábado (O socorro de Deus para livrar o seu povo)

Ester 3:11-13
“E disse o rei a Hamã: Essa prata te é dada, como também esse povo, para fazeres dele o que bem parecer aos teus olhos … .”

 

Uma trama para aniquilar os judeus existia desde os tempos mais remotos. O Faraó tentou extermina-los quando atravessavam o mar; as nações ímpias tentaram dizimar o povo infiltrando suas culturas e comportamentos devassos; Nero, imperador romano, culpou os judeus de um crime, instigando Roma a exterminar Israel; nos tempos modernos, Adolf Hitler comandou o extermínio do povo judeu, chegando quase a seis milhões de mortes.
Em meio aos inimigos do povo judeu, havia uma nação em especial sobre a qual  Deus havia sentenciado que eles seriam *riscados* de entre os povos, eram os “amalequitas”.

Hamã era um amalequita, e como tal, inimigo ferrenho dos judeus, a intenção de destruir todo o povo não era por causa da insolência de Mardoqueu. A aplicação que faço nesta manhã, é que o diabo não nos odeia por causa da nossa religiosidade, ele, naturalmente, nos odeia por causa do amor de Deus por nós. O amor *”ÁGAPE”* de Deus é indescritível, insondável e inexplicável e quando temos paz com Deus, o ódio que o diabo tem por nós se multiplica infinitamente e como ele não tem poder sobre nossas vidas, ele usa as circunstancias para nos enfraquecer na fé.

Que as crises possam vir uma atrás da outra. Que possamos terminar nossos dias neste mundo apenas com as roupas do corpo, que os últimos dias de nossas vidas sejam sem a devida saúde e como disse Salomão sobre os dias maus, que não tenhamos neles contentamento, conquanto que no raiar daquela tão aguardada “aurora” possamos ver nosso Salvador vindo em glória nos resgatar.

Deus nos abençoe.
Graça e Paz.

Compartilhar

Erivelton

Cristão Evangélico; Obreiro do Senhor Jesus Cristo, pela misericórdia de Deus; Professor da EBD; Capelão; Estudante persistente da Palavra de Deus; Membro da Igreja Evangélica Assembleia de Deus - Min. Boas Novas em Guarapari-ES. Casado com a Inês; pai do Hugo, do Lucas e da Milena.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.