Tentemos domar essa fera – 3ª Parte

A Grande Influência deste Pequeno Membro

Palavras… são boas apenas quando são melhores do que o silêncio“. (Richardn Sibbes)

Os escritores bíblicos, usam inúmeras figuras para representar o poder que tem a língua, poder que influencia as pessoas. As palavras, por nós pronunciadas, tem um peso incalculável. E da capacidade que as palavras tem de dirigir/ governar uma multidão, temos como exemplo:

O leme do navio

O leme é um dispositivo instalado em embarcações e aeronaves para controlar a direção. Pode ser de madeira ou de metal e fica instalado na popa. Nas aeronaves é parte de um aeromotor que orienta a turbina na direção do vento.
Tiago se refere ao poder deste pequeno membro para controlar, dirigir e governar. Nenhum líder será eficiente na sua liderança, se não souber se comunicar bem com o grupo. A comunicação é um fator imprescindível para quem pretende dirigir, governar, conduzir. A facilidade que Paulo tinha para articular seus pensamentos através de palavras fez dele um dos maiores líderes espirituais que a história conheceu.

O freio do cavalo

Imaginem se o cavalo, conhecendo a força que tem, deixaria, por livre e espontânea vontade, ser guiado/ controlado por um ser muito mais fraco e débil que ele. Fui em busca de uma explicação para a obediência do cavalo submetido ao freio, aqui está: “Alexander Nevzorov, em seu livro “The horse crucified and risen”, ao alertar para a baba grossa escorrendo da boca de um cavalo com ferro plantado na cavidade bucal, pressionando a língua, refere-se a ele como “um aparato especial para infligir muita dor” ao animal, um “pesadelo” para o cavalo, pois a “causa dessa baba grossa é trágica”.
Nevzorov esclarece fisiologicamente o que acontece: “Primeiramente, há o ressecamento da garganta pela impossibilidade de engolir a saliva”. Mas não é só isso. A baba grossa saindo da boca do animal indica que as glândulas parótidas estão lesadas. A saliva espumando a sair pela boca, em qualquer animal, indica algo fora do normal, até mesmo ameaçador, “um sinal de desconforto, dor, tensão, dor aguda, ou de algo muito errado””.

Temos também, com as nossas palavras, a capacidade de destruir, que ilustramos com as seguintes figuras:

Uma pequena fagulha

Uma coisa diminuta como uma fagulha, pode ser a origem de tremenda conflagração de resultados desastrosos. Uma faísca na parte elétrica de fábricas, edifícios e residências, tem sido a causa de grandes incêndios que deixam prejuízos irreparáveis. “O homem ímpio cava o mal, e nos seus lábios há como que uma fogueira“. (Pv 16:27) A língua descontrolada é posta em chamas pelo diabo e o fogo propaga-se a todas as paixões inferiores da natureza humana.
Assim são as fofocas que tiveram a duração de segundos, mas o suficiente para gerar crises com perdas incontáveis, morais, espirituais, sociais e financeiras.

Um membro venenoso

Veneno é uma substância natural ou sintética que causa danos a tecidos vivos e tem efeito nocivo ou fatal se ingerido, inalado ou injetado através da pele. Sua ação pode ser local ou sistêmica, classificada de acordo com sua atuação.
Tiago usa uma figura forte: “veneno mortal” para tentar advertir-nos do poder que há em nossas palavras. Talvez seja por esta razão que alguém escreveu:

Senhor, torna minhas palavras graciosas e eternas, pois quem sabe amanhã eu precise engoli-las“.

O efeito das nossas palavras, pode ser tão nocivo como uma picada de cobra.

Jesus disse: “O que contamina o homem não é o que entra na boca, mas o que sai da boca, isso é o que contamina o homem“. (Mt 15:11) “Mas, o que sai da boca, procede do coração, e isso contamina o homem. No Verso 19 está escrito: “Porque do coração procedem os maus pensamentos, mortes, adultérios, prostituição, furtos, falsos testemunhos e blasfêmias. São estas coisas que contaminam o homem- mas comer sem lavar as mãos, isso não contamina o homem“. (Mt 15:18-20; Jó 20:16).

A boca do justo é fonte de vida, mas a violência cobre a boca dos perversos...” (Pv 11:11) “A boca do justo jorra sabedoria, mas a língua da perversidade será cortada...” (Pv 10:31)

 

As palavras podem ser a pior forma de torturar uma pessoa impiedosamente. Na primeira parte deste estudo, eu falei de três categorias, das figuras que Tiago usou para representar a língua, a ultima é a capacidade de satisfazer, mas entenda satisfazer num sentido depreciativo.

 “Uma das primeiras coisas que acontece quando alguém está realmente cheio do Espírito não é falar em línguas, mas, sim, aprender a dominar a língua que já tem“.(J. Sidlow Baxter)
Nunca podemos esquecer que de todos os membros do corpo, não há nenhum tão útil a Satanás como a língua.

Uma navalha

A tua língua intenta o mal, como uma navalha amolada, traçando enganos. Tu amas mais o mal do que o bem, e a mentira mais do que o falar a retidão.” (Salmo 52:2-4)
A língua, quanto mais usada mais afiada fica, não perde o fio nunca.

Uma espada afiada

Funciona como um instrumento de guerra a curta distância. “A minha alma está entre leões, e eu estou entre aqueles que estão abrasados, filhos dos homens, cujos dentes são lanças e flechas, e a sua língua espada afiada“.(Salmo 57:4)
“…vinde e firamo-lo com a língua, e não atendamos a nenhuma das suas palavras“. (Jr 18:18)

Uma flecha

Uma flecha mortífera é a língua deles; fala engano; com a sua boca fala cada um de paz com o seu próximo mas no seu coração arma-lhe ciladas“.(Jr 9:8)
 Sempre que um arqueiro atira uma flecha, ele tem um alvo específico para atingir. Quando o mesmo não acerta o alvo, corre-se o risco de atingir quem não tem nada a ver com o que está acontecendo.

 

O coração do sábio instrui a sua boca, e os seus lábios promovem a instrução“.(Pv 16:23)

 

Adaptado: A língua – Domando essa fera (Josué Gonçalves)

Compartilhar

Erivelton

Cristão Evangélico; Obreiro do Senhor Jesus Cristo, pela misericórdia de Deus; Professor da EBD; Capelão; Estudante persistente da Palavra de Deus; Membro da Igreja Evangélica Assembleia de Deus - Min. Boas Novas em Guarapari-ES. Casado com a Inês; pai do Hugo, do Lucas e da Milena.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.