Devocional lição 05/ 2º trim 2017, Sexta-feira – Onde abundou o pecado, superabundou a Graça de Deus.

Romanos 5:20
Veio, porém, a lei para que a ofensa abundasse; mas, onde o pecado abundou, superabundou a graça

A graça não é uma emenda no plano de Deus; a graça é parte integrante desse plano desde o início. Deus tratou com Adão e Eva pela graça; fez o mesmo com os patriarcas Abraão, Isaque e Jacó e, com a nação de Israel. Deu a Lei por intermédio de Moisés, não para substituir sua graça, mas para revelar a necessidade do homem de receber essa graça. A Lei era temporária, mas a graça é eterna. Mas, à medida que a Lei foi revelando os pecados do homem e eles se multiplicaram, a graça mostrou- se ainda mais abundante. A graça de Deus é mais do que suficiente para tratar dos pecados do homem. 

É interessante observar que os incidentes, não falo das catástrofes naturais ou causadas pela ação do homem, me refiro a incidentes relativos a natureza do próprio homem, tais como desvio e corrupção do caráter, nunca interferiram no plano de Deus. Deus não teve que reescrever a história por causa da queda de Adão; Deus não teve que mudar de estratégia por causa da corrupção do caráter do homem; e, Deus não teve que elaborar um novo plano por causa do desvio do homem para o mal. Tudo já estava, meticulosamente, definido desde a eternidade, antes da criação de todas as coisas.
O Pai, o Filho e o Espírito Santo, sendo três pessoas distintas, integram uma só pessoa, que é o nosso Deus Eterno. Não obstante, Eles sentem a mesma coisa, tem os mesmos atributos, o mesmo poder e operam as mesmas obras, e os três tem, pelo homem, o mesmo sentimento: torna-lo um ser melhor e resgata-lo do poder das trevas para a maravilhosa Luz.

A Lei que Deus entregou ao homem, pode ser vista como uma escada que inicialmente tinha apenas um degrau, mas com o decorrer da história, os degraus foram aumentando, tornando a escada um obstáculo intransponível para se chegar a Deus. Provavelmente, muitos de nós, começamos essa escalada e, sem dúvida, caímos após ter avançado alguns degraus em direção ao topo, e quem sabe, pela simples altura da escada, nós nem tentamos escalar. Independente de qual seja o caso, nosso alívio foi imenso quando vimos Jesus de braços abertos, oferecendo-se para nos elevar acima da escada da lei e nos introduzir diretamente na presença de Deus. A lei, ao contrário do que se esperava, aumentou o pecado ao invés de diminuí-lo, e provocou o pecado ao invés de evitá-lo. Deus, entretanto, havia tomado amplas providências para lidar com esse aumento do pecado, aumentando ainda mais a sua graça.

Às vezes preferimos pensar que as ações de outras pessoas nunca nos afetarão, entretanto, as ações de um pai afetará a sua família, as ações de um pastor afetarão a igreja. A cada dia, fazemos diferença, para o bem ou para o mal, na vida de outras pessoas com nossa maneira de agir ou falar. Jacó teve, na formação de seu caráter, forte influência dos pais. Ele não tinha uma natureza inocente, mesmo assim, Deus o escolheu para ser um dos patriarcas de Israel.

Deus te abençoe.
Graça e Paz.

Compartilhar

Erivelton Figueiredo

Cristão Evangélico; Obreiro do Senhor Jesus Cristo, pela misericórdia de Deus; Professor da EBD; Capelão; Estudante persistente da Palavra de Deus; Membro da Igreja Evangélica Assembleia de Deus - Min. Boas Novas em Guarapari-ES. Casado com a Inês; pai do Hugo, do Lucas e da Milena.

2 thoughts on “Devocional lição 05/ 2º trim 2017, Sexta-feira – Onde abundou o pecado, superabundou a Graça de Deus.

  • 28 de abril de 2017 em 11:33
    Permalink

    Muito bom comentário pastor, Deus abençoe o seu ministério

    Resposta
    • 28 de abril de 2017 em 12:22
      Permalink

      Obrigado meu querido. Recebo a palavra profética de “pastor”.

      Resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.