Chamados a uma vida de perfeição.

Mateus 5: 48
Sede vós, pois, perfeitos, como é perfeito o vosso Pai, que está nos céus

Tendo levado ao conhecimento dos leitores, uma noção básica e superficial do que é Ética Cristã, o que nos resta é colocar em prática o que aprendemos. E. o que aprendemos foi que, nós, os crentes (não me refiro apenas aos evangélicos, mas a todos quantos creem firmemente na salvação em Jesus Cristo) estamos capacitados a viver, o mais próximo possível daquilo que nosso Deus requer de nós.

Quando o nosso Deus nos convida a ser perfeitos, Ele não está enganado a nosso respeito. Ele sabe, mais do que ninguém, que nunca, nesta vida, atingiremos a perfeição, entretanto, Ele não está falando de sermos seres perfeitos, mas de vivermos uma vida perfeita, isso se aplica a termos uma vida dentro do que Ele julga perfeição. O que nosso Deus espera de nós, é termos um padrão de vida muito acima do que a nossa condição moral e espiritual permite. Em outras palavras, o que nosso Deus deseja é que seres miseráveis, ingratos, insatisfeitos, teimosos, desobedientes, insubordinados e infiéis como nós, sejam capazes de vivermos, mesmo que tenhamos tantos defeitos, um padrão de vida que possa testemunhar de Deus. E, isso é totalmente possível ao que crê.

É inadmissível pensar que nosso Deus nos convidaria a ser algo que Ele mesmo sabe, de antemão, ser impossível alcançarmos. No entanto, se Ele nos chama a sermos perfeitos é porque, apesar da nossa precária condição, Ele sabe que muitos (não todos) se esforçarão para alcançar esse padrão. Em toda a Bíblia vemos revelados os atributos morais e espirituais de Deus e, são, exatamente, os atributos morais que Ele nos convida a imita-lo, contudo, para imitar Deus, devemos, antes de tudo, conhecê-Lo e, isso, só é possível através de um exame metódico e sistêmico da Sua inerrante e infalível Palavra.

É através da Bíblia que entenderemos o que é Ética Cristã. São os parâmetros bíblicos que, confrontando diuturnamente nosso comportamento, nos despertam para a necessidade de “transformação”. Eles são os “gabaritos” que revelam, quando estamos agindo ou não de acordo com a vontade de Deus. Eles são os “limitadores” de todo e qualquer comportamento do homem. Os parâmetros bíblicos para a vida do homem, não se aplica exclusivamente a vida espiritual, ele abrange a vida do homem em toda e qualquer situação. Nenhum crente deve se esquivar dos problemas que norteiam a sociedade em que vive. O tipo de comportamento que teremos ante aos acontecimentos, revelará o quanto temos aplicados os parâmetros bíblicos em nossa vida diária.

Devemos ser ativos e participativos na sociedade em que vivemos, conquanto que, em qualquer opinião emitida ou ato praticado não firamos os parâmetros bíblicos que são os padrões morais de Deus revelados a nós e, que são a base da nossa ética.

Deus te abençoe.
Graça e paz.

Compartilhar

Erivelton

Cristão Evangélico; Obreiro do Senhor Jesus Cristo, pela misericórdia de Deus; Professor da EBD; Capelão; Estudante persistente da Palavra de Deus; Membro da Igreja Evangélica Assembleia de Deus - Min. Boas Novas em Guarapari-ES. Casado com a Inês; pai do Hugo, do Lucas e da Milena.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.