Bíblia apresenta a empatia e a solidariedade como princípios cristãos.

Mateus 7: 12
Portanto, tudo o que vós quereis que os homens vos façam, fazei-lho também vós, porque esta é a lei e os profetas.”

Há de se deixar bem esclarecido que, quando falamos de doação de órgãos, estamos falando de uma prática onde, tanto doador quanto receptor, não correm risco de morte, mutilação ou qualquer outro tipo de dano. A doação pode ser feita por livre e espontânea vontade do doador ainda vivo e com vida ativa, bem como, após a morte cerebral de alguém, onde há consentimento mútuo dos familiares. Não existe na Bíblia nenhum versículo, frase ou palavra que desaprove ou proíba a doação de órgãos. Doar é um ato de amor.

 O amor é um sentimento que transcende a razão, ele está acima de uma concepção pura e simplesmente intelectual, ele não se explica, não é uma mera demonstração de afetuosidade. O amor é o mais nobre sentimento, é ele que deveria impulsionar todos os nossos atos, ou seja, tudo quanto fazemos ou temos a intenção de fazer, deve originar do amor. O amor é um sentimento onde a reciprocidade deve ser imperiosa, voluntária e espontânea.

A lei da reciprocidade é que norteia a vida do crente. E, tudo quanto praticamos em favor do nosso próximo, não é pelo anseio de ser retribuído, mas pela necessidade de demonstrar o amor de Deus que há em nós. Essa regra, que podemos denominar de áurea, só se aplica aos crentes. Nosso Deus não exigir que o ímpio ame seu próximo, mas do que estão salvos em Cristo Jesus, Ele exige. A lei da reciprocidade está fundamentada no amor, no amor “ágape”, que é o tipo de amor incondicional, ama-se pelo simples fato de se amar, sem nenhum interesse.

Se toda a humanidade seguisse à risca essa regra que Jesus deixou, com toda certeza o mundo seria bem diferente e melhor. Vale observar que é uma regra simples, não é uma receita para que os relacionamentos sejam perfeitos, mas uma orientação para que o amor seja manifesto entre as pessoas. E, tão simples de entender que não é preciso ser um “doutor” em Bíblia para interpretar – faça aos outros, aquilo que você quer que se faça com você. Em outras palavras: você quer ser amado, ame; quer ter amigos, aja como amigo; quer ser feliz, dissemine a felicidade; quer ser abençoado, abençoe; quer visitas, visite; quer ser abraçado, abrace; queres viver, doe vida a quem necessite; enfim, tudo quanto você deseja para si, antes faça isso a alguém e, então, receberás a tua benção.

Lembre-se, somos naturalmente sociais e, mesmo que insistamos em viver isolados, vai existir algum momento em que precisaremos do amparo de um irmão, parente ou vizinho, e não me refiro a causas para sobrevivência, no caso de doação de órgãos, falo da simplicidade do calor humano e afetuosidade.

Deus te abençoe.
Graça e Paz.

Compartilhar

Erivelton

Cristão Evangélico; Obreiro do Senhor Jesus Cristo, pela misericórdia de Deus; Professor da EBD; Capelão; Estudante persistente da Palavra de Deus; Membro da Igreja Evangélica Assembleia de Deus - Min. Boas Novas em Guarapari-ES. Casado com a Inês; pai do Hugo, do Lucas e da Milena.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.