Cristo entregou a sua vida em resgate do ser humano.

Mateus 20: 28
Bem como o Filho do Homem não veio para ser servido, mas para servir e para dar a sua vida em resgate de muitos.”

Ser um imitador de Cristo não é devidamente compreendido por alguns irmãos. Por vezes, essa sugestão de Paulo causa, em certas pessoas, um comportamento inadequado para um crente. Inadequado, não no sentido de causar escândalo, mas, no sentido de viver fora de um contexto sociocultural hodierno. Ser imitador de Cristo não é ter um estilo de vida tal qual um ermitão, Jesus era mais sociável que muito crentes de hoje, Ele não gostava de ficar sozinho, a não ser, quando era seu momento de intimidade com o Pai.

Um dos maiores problemas que as igrejas enfrentam nos dias de hoje é que, tem muita gente que diz estar imitando Jesus, mas que na verdade estão focando apenas uma posição privilegiada, sim, querem os primeiros assentos, fazem questão de serem visto, se, porventura forem apresentados no culto, exigem que seja anunciado seu nome com a sua função, estampam uma falsa modéstia, iludindo os incautos com uma espiritualidade superficial. Demonstram possuírem um profundo conhecimento da Bíblia, citando textos com suas referências, numa exatidão espantosa. Geralmente estão presentes apenas nos cultos de maior frequência. EBD, nem sabem que existe na sua igreja, se sabe, não frequenta; culto de ensino para que? Já sabe tudo!
Tais pessoas, fazem tudo pela instituição, mas não fazem nada pelo Reino de Deus.

Todas as vezes que toco neste assunto, sou criticado. Dizem que estou julgando as pessoas. Mas, digo que isso não é julgamento, antes, digo que é discernimento – Pelo fruto se conhece a árvore. Queres discernir um hipócrita de um servo? Oferece “uma bacia e uma toalha” para imitarem Jesus, aquele que pegar sem vacilar, este é o servo, pois, o falso servo arrumará algum pretexto para justificar sua recusa. Estes, ainda não entenderam que a sugestão de Paulo é que sejamos imitadores do caráter de Cristo.

Jesus é o mais ilustre ser humano que pisou no solo deste planeta. Antes dEle não houve ninguém, bem como, depois, não haverá. Um homem que tendo consciência da sua missão e sabendo quem era, não reivindicou para Si servos que estivessem a Sua disposição, mas, se submeteu a servir. Esse é o exemplo que devemos imitar dEle. Jesus fez tudo para que o homem pudesse viver em paz com Deus – deu-nos a Sua vida. Literalmente Ele morreu para que eu e você, pudéssemos viver eternamente. NOS DEU A SUA PRÓPRIA VIDA.

Agora, nós temos a oportunidade de imitá-Lo, não no sentido de morrer numa cruz, mas no de proporcionar que outros possam viver com um pouco mais de dignidade. Doe sangue! Doe órgãos!

Deus te abençoe.
Graça e Paz.

Compartilhar

Erivelton

Cristão Evangélico; Obreiro do Senhor Jesus Cristo, pela misericórdia de Deus; Professor da EBD; Capelão; Estudante persistente da Palavra de Deus; Membro da Igreja Evangélica Assembleia de Deus - Min. Boas Novas em Guarapari-ES. Casado com a Inês; pai do Hugo, do Lucas e da Milena.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.