O coração confirmado em santidade.

I Tessalonicenses 3: 13
Para confortar o vosso coração, para que sejais irrepreensíveis em santidade diante de nosso Deus e Pai, na vinda de nosso Senhor Jesus Cristo, com todos os seus santos.”

Quando dizemos que santidade é um estado em que determinada pessoa se encontra, nos referimos a condição em que esta pessoa foi colocada por Deus no ato da salvação em Cristo Jesus.Quando aceitamos a Cristo como salvador, o Pai Celeste passa a olhar-nos como filhos separados dos demais homens que ainda vivem segundo a própria natureza humana. No conceito de Deus deixamos de ser pecadores impuros e passamos a ser santos dEle, por Ele e para Ele.

Imagine um reciclador de lixo que, muitas vezes, tira do lixo objetos que para ele são valiosos e úteis, vemos isso frequentemente na televisão, objetos que foram desprezados por seus antigos donos por que não viam neles mais utilidade nenhuma, o único destino que lhes restavam era o lixo. E, a ideia que fazemos todas as vezes que ouvimos ou lemos a palavra lixo é a de que tudo quanto se encontra no lixo não tem valor, não é útil e é coisa imunda. Vale atentarmos para uma atitude louvável do reciclador, o objeto recuperado por ele vai ocupar posição de destaque na sua casa, ele vai mantê-lo limpo e luzidio afim de que seja notado por todos. O objeto, por si mesmo, não consegue essa façanha, mas com o auxilio do reciclador ele terá novo brilho.

Seria muito bom se todos atentassem para tudo quanto acontece ao nosso redor. Todas as coisas, por mínimo que seja, fazem alusão a criação, queda e remissão do homem. Satanás desde o princípio ilude as pessoas, dizendo que, se estivessem a serviço dele, seriam muito mais valorizadas e, com isso, teriam mais prosperidade, também alcançariam a liberdade, ou seja, seriam donos do próprio nariz. Todos nós, em Adão, demos crédito as palavras do enganador e, assim, saímos do lugar aprazível em que nos encontrávamos e fomos descendo vertiginosamente até chegar no destino final dos desobedientes que é o “lixão” e, permanecemos lá até que o “reciclador” nos viu e o tomou para Si. Basicamente, é assim que Ele nos fez santos para Si.

E assim, quando somos alocados ao lugar de onde nunca deveríamos ter saído, o Senhor nos adverte da seguinte forma: “se você permanecer aí, Eu estarei sempre cuidando de ti. Estarei te estendendo as mãos todas as vezes que precisares. Serei seu auxilio no processo de manter-se santo”

Deus te abençoe.
Graça e Paz.

Compartilhar

Erivelton

Cristão Evangélico; Obreiro do Senhor Jesus Cristo, pela misericórdia de Deus; Professor da EBD; Capelão; Estudante persistente da Palavra de Deus; Membro da Igreja Evangélica Assembleia de Deus - Min. Boas Novas em Guarapari-ES. Casado com a Inês; pai do Hugo, do Lucas e da Milena.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.