Do Senhor é a Terra.

Salmo 24: 1
Do SENHOR é a terra e a sua plenitude, o mundo e aqueles que nele habitam.”

Se o anseio de entender o comportamento de Deus é inatingível ao homem, imagine ousar explica-Lo. Só conseguimos conhecer Deus na medida em que Ele vai se revelando a nós. E, a medida que vamos tomando conhecimento dos seus atos, menos Ele se torna compreensível pela nossa mente limitada.

Deus criou todas as coisas com um único objetivo – LOUVOR DO SEU SANTO NOME. Todas as coisas que Ele criou, e não existe nada que Ele não tenha criado, tais como: a imensidão dos cosmos; a exuberância da fauna terrestre e marinha; a diversidade da flora; o encanto das magnificentes paisagens; os mistérios, ainda ocultos aos homens, da profundeza dos mares; os segredos ainda inescrutáveis da biodiversidade das espécies dos seres vivos; e, por fim, o mecanismo mais engenhoso que há e, que jamais será reproduzido em laboratórios de pesquisas, o ser humano. Tudo, sem exceção, é para honra e glória do nome de Deus.

Da imensidão dos cosmos – constelações, galáxias, sistemas solares, planetas, luas e asteroides – tudo está, até o dia de hoje, percorrendo a trajetória que lhes foi delimitada quando foram criados. Nenhum deles, mesmo que isso contrarie a ciência, saiu ou sairá do seu lugar por livre e espontânea vontade. Nem mesmo Satanás no mais profundo ímpeto da sua ira pode demover qualquer um dos astros dos céus de seu lugar. Deus traçou suas órbitas e ordenou-lhes ficar nelas e, todos os astros dos céus Lhe honram, louvam e glorificam, obedecendo piamente à sua ordem.

A flora e a fauna, tanto a terrestre quanto a marinha, por milhares de anos continuam a executar com perfeição as tarefas que lhes foram imputadas. Os vegetais no seu reino, mesmo com o avanço da tecnologia alterando seus genomas, ainda continuam sendo vegetais. Os animais, mesmo com o homem intervindo na perpetuação das espécies, alterando DNAs e induzindo cruzamento de espécies diferentes, ainda, assim, continuam sendo animais. Cada ser inerente ao seu reino, dos cinco reinos dos seres vivos, continua a pertencer ao seu reino independente de quanto o homem o tenha modificado geneticamente. Nenhum ser vivo, com exceção do homem, pode, influenciado por Satanás, desonrar a Deus.

De tudo quanto Deus criou, apenas ao homem, Deus concedeu a faculdade de raciocinar e a liberdade de optar entre o bem e o mal. Ao homem, Deus não impôs uma ordem, mas sugeriu que Lhe obedecesse livremente. Mas, para que o homem possa agir como Deus quer, o primeiro passo é conhecer o Deus que o criou. Acontecendo isso, sem dúvida alguma, o nome do Senhor será enaltecido e glorificado espontaneamente.

Deus te abençoe.
Graça e Paz.

Compartilhar

Erivelton

Cristão Evangélico; Obreiro do Senhor Jesus Cristo, pela misericórdia de Deus; Professor da EBD; Capelão; Estudante persistente da Palavra de Deus; Membro da Igreja Evangélica Assembleia de Deus - Min. Boas Novas em Guarapari-ES. Casado com a Inês; pai do Hugo, do Lucas e da Milena.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.