Devemos nos aplicar às boas obras.

Tito 3: 8
Fiel é a palavra, e isto quero que deveras afirmes, para que os que crêem em Deus procurem aplicar-se às boas obras; estas coisas são boas e proveitosas aos homens

“As “boas obras” não são, necessariamente, de caráter religioso. É bom trabalhar na igreja, cantar no coral e ter um cargo oficial, mas também é bom servir aos ainda não convertidos, ajudar na comunidade e ser conhecidos como pessoas que socorrem os necessitados. Ajudar uma jovem mãe cansada a cuidar de seu bebê é um trabalho tão espiritual quanto distribuir folhetos evangelísticos. A melhor maneira de uma igreja local dar seu testemunho é por meio do serviço sacrificial de seus membros”. (W. W. Wiersbe)

Embora tenhamos na Bíblia Sagrada muitos relatos onde algumas pessoas sem conhecerem a Deus já eram piedosas, de maneira alguma estamos insinuando que, só o fato de ser piedoso é o caminho para a salvação. Nenhuma obra por mais “caridosa” que seja deve ser vista como um meio de conduzir o homem a Jesus, digo isso em relação à salvação. Pois, se assim fosse, muitos incrédulos, por causa das muitas obras de caridade, já estariam com a salvação garantida.

A grande preocupação que Paulo sempre teve em relação ao Evangelho de Cristo, era e é a distorção causada pelos falsos mestres que, inseridos no seio da igreja, são capazes de promover grande desordem e desvio na conduta daqueles que desejavam trilhar uma vida pautada na ética cristã. Promovendo um ensino deturpado, onde a percepção do desvio das doutrinas bíblicas só é possível aos que estão intimamente integrados ao “corpo de Cristo”. Aquele que é, de fato, salvo, lavado e remido pelo sangue de Cristo, não se sente a vontade no meio da igreja vivendo de forma superficial este glorioso Evangelho, tal pessoa anseia, sempre que possível, estar cada vez mais envolvida em tudo o que diz respeito a essa obra divina.

Não é as vestes que fazem uma pessoa ser crente; não é o cabelo longo das mulheres (diga-se de passagem, que cabelo longo é bonito só nas mulheres) ou o cabelo impecavelmente penteado e engomado dos homens (sem falar em alguns cortes extremamente esquisitos e horrorosos). Por favor, não queira me recriminar por não gostar de determinados “modismos” argumentando que “gosto é gosto, cada um tem o seu”, pois digo que todo crente fiel e verdadeiro tem BOM GOSTO e, jamais consideraria em se submeter a um estilo só por que é o estilo do momento. Mas, enfim, o que realmente evidencia que uma pessoa é crente de fato é a vida piedosa pautada na é tica cristã. Tudo quanto ela faz, na grande maioria das vezes, é no anonimato, por que ela não quer para si nenhuma exaltação, pois ela sabe que somente Um deve ser exaltado – Nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo.

A salvação não muda o caráter de ninguém da noite para o dia, essa mudança deve ser “perseguida” diariamente. É um comportamento que vai depender da intensidade da fé, ou seja, quanto maior meu entendimento pelo que a salvação em Cristo Jesus pode promover em mim, mais me aplicarei em agradar O que me salvou.

Erivelton Figueiredo

Deus te abençoe.
Graça e Paz.

Referências:
– Comentário Bíblico Expositivo do Novo Testamento – W. W. Wiersbe

Compartilhar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.