Costumes ofensivos a Deus.

II Reis 17: 34
 “Até ao dia de hoje fazem segundo os primeiros costumes; não temem ao Senhor, nem fazem segundo os seus estatutos, e segundo as suas ordenanças e segundo a lei, e segundo o mandamento que o Senhor ordenou aos filhos de Jacó, a quem deu o nome de Israel”.

É incrível como o ser humano encontra argumento bíblico que sejam coniventes com suas práticas pecaminosas. É extraordinário como a Bíblia, aparentemente, nos dá respaldo para tudo quanto quisermos praticar. Claro que isso só é possível quando extraímos um texto do seu contexto, ou seja, quando buscamos um apoio bíblico para as nossas tendências pecaminosas, isolamos um fragmento de texto e o desassociamos do contexto para dar “legalidade” àquilo que ofende a Deus. A grande maioria das pessoas não admitem suas culpas, antes, as justificam com o aparente apoio bíblico.

Sabemos e cremos que a Palavra de Deus é atemporal, isto é, em todo e qualquer tempo que for lida, Suas palavras podem e devem ser enfaticamente aplicadas para as pessoas da época. Desta forma, quando lemos no versículo acima o “até ao dia de hoje”, temos que entender e aceitar que é o próprio Senhor nos falando para os dias de hoje, mesmo que Suas palavras no momento em que foram escritas faziam alusão estrita ao povo israelita. Sendo assim, os crentes até aos dias do ano de 2020 estão se comportando tal qual o Senhor está dizendo.

Fazendo segundo os primeiros costumes” quer dizer que muitos crentes, ainda que professem uma fé ilibada e tenham um comportamento irrepreensível diante da sociedade, não estão, de fato, convertidos. A conversão não é algo que se evidencia externamente, sim, não são as roupas, trejeitos e atitudes que comprovam nossa conversão. Essas coisas só servem para testemunhar que estamos convertidos quando a conversão ocorreu em nosso íntimo. Converter-se não somente deixar de praticar os velhos e tradicionais costumes seculares, antes, a conversão tem a ver mudança radical de direção na maneira de interpretar e entender os preceitos divinos. Um exemplo bíblico bem claro de conversão é o de Zaqueu, o publicano.

Fazendo segundo os primeiros costumes” quer dizer que ainda, nos dias de hoje, existem muitos crentes (e quando falamos de crentes, não falamos apenas do rebanho, estão incluídos todos os membros do ministério eclesiástico também) que não abandonaram antigos costumes que afrontam vigorosamente a Deus. Não estamos falando que tais crentes assimilaram os costumes do mundo, não é isso, estamos falando que tais crentes já praticavam determinadas coisas antes de “aceitarem” a Cristo e, que ainda, continuam com as mesmas práticas (estamos falando de práticas pecaminosas). Por exemplo: vício em pornografia; vício em bebidas; vícios em cigarros; vícios em drogas; vícios em defraudar o próximo; enfim, a lista muito extensa, e o que mais vemos e ouvimos ultimamente são escândalos e mais escândalos de renomados pastores, cantores e pregadores envolvidos em “primeiros costumes”.

Erivelton Figueiredo

Deus te abençoe.
Graça e Paz.

Compartilhar

2 thoughts on “Costumes ofensivos a Deus.

  • 8 de março de 2020 em 01:40
    Permalink

    Obrigado irmao por passar tantos conhecimentos

    Resposta
    • 8 de março de 2020 em 07:55
      Permalink

      Graça e Paz meu querido.
      Toda gratidão seja dada a Deus que nos usa conforme sua infinita bondade.
      Deus te abençoe.

      Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.