Despertando a vida de oração.

Provérbios 8: 17
 “Eu amo os que me amam, e os que de madrugada me buscam me acharão”.

Quando a presença de Deus é nitidamente perceptível num ambiente de adoração o elemento que denominamos tempo torna-se irrelevante. O que estamos tentando dizer é que quando o culto está “uma benção” não percebemos o tempo passar, aliás, na verdade gostaríamos que ele não passasse nunca. Isso é facilmente compreendido porque onde Deus estiver, ali não haverá a ação do tempo, tudo se torna eterno. Quantas e quantas vezes nós fomos para nossos lares, após os cultos, obrigados, porque na verdade o nosso desejo era permanecer na igreja sentindo a gloriosa presença tangível de Deus.

É esse tipo de avivamento que precisamos buscar com mais vigor, pois, se um avivamento alcançado com alguns minutos dentro da igreja nos faz regozijar por alguns dias aquela sensação gloriosa e indescritível, como não seria se permanecêssemos avivados por um tempo mais prolongado? O crente avivado não vive na esperança de ir para o céu, muito melhor do que isso o crente avivado vive como se estivesse morando no céu. O crente avivado percebe nitidamente a presença gloriosa de Deus, manifestada na TRIUNIDADE, ao seu lado. O crente avivado sabe e, está convencido de que ao seu lado anjos estão “acampados” para lhe assegurar vitória em qualquer situação. O crente avivado está convencido de que o termo “vitória” não indica que será vitorioso em todos os embates desta vida, mas que, indiferente do resultado uma coisa está assegurada – sua salvação – e, isto é mais que suficiente para glorificar a Deus.

O verdadeiro avivamento espiritual promove no crente e o leva a compreender que as questões denominacionais, tradicionais e teológicas se tornam irrelevantes, no que diz respeito à salvação, diante das verdades que estão explicitamente declaradas na Palavra de Deus. Não é o que o “fulano de tal” entendeu ou interpretou da Escritura Sagrada, mesmo que estivesse sob a mais intensa inspiração espiritual, que deve me convencer a buscar a Deus com mais entusiasmo, mas o que o meu Deus diz de Si mesmo na Sua Palavra.

Nenhum outro elemento no culto pode substituir a Palavra de Deus, pois somente ela pode promover um avivamento espiritual na igreja e uma igreja avivada não precisa promover eventos especiais para atrair o pecador. Não existe nada mais humilhante do que um pecador passar diante da porta de uma igreja e não fazer caso dela, ele passa como se estivesse passando diante de um “estabelecimento” qualquer. E, uma igreja que busca avivamento ou que pretende permanecer avivada precisa orar,… Orar,… Orar,… Orar e, orar mais. É impossível saber qual é a vontade do nosso Deus se não estamos “conversando” com Ele.

Não se estabelece um avivamento por decreto, ele deve ser buscado com mais avidez.

Erivelton Figueiredo

Deus te abençoe.
Graça e Paz.

Compartilhar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.