Satanás e a saúde de Jó.

Jó 2: 6-8
 “E disse o Senhor a Satanás: Eis que ele está na tua mão; poupa, porém, a sua vida. Então, saiu Satanás da presença do Senhor e feriu a Jó de uma chaga maligna, desde a planta do pé até ao alto da cabeça. E Jó, tomando um pedaço de telha para raspar com ele as feridas, assentou-se no meio da cinza”.

Depois que foi anunciada a morte de todos os seus filhos, ocorrida em um só tempo, Jó, provavelmente pensou que as calamidades tinham se esgotado – “Todas as coisas ruins que podiam acontecer a uma pessoa, cobriram-me! Não tem mais nada que possa me ferir!
Ressaltamos que Jó não tinha a menor noção do que estava acontecendo na esfera espiritual. Dentre todos os homens do seu tempo, ele fora escolhido por Deus para ser testado por Satanás. De todas as coisas que Satanás infligiu a Jó, ele não agiu livremente. Suas ações estavam sendo supervisionadas por Deus. Satanás está limitado a fazer somente o que Deus permitir.

A enfermidade que foi infligida a Jó não tem um nome específico, sabemos que era algo tão terrível que, embora estivesse patente aos olhos, ela desencadeou uma gama de sintomas que comprovam que todo o organismo de Jó ficou comprometido.

A decadência financeira de Jó, a morte de todos os filhos e, agora, a enfermidade, o arruinaram de forma tão intensa que o seu estado era tão repugnante que ele abandonou o seu lar e o convívio social. Jó foi para fora da cidade, isolou-se no lugar apropriado para todos os “desgraçados” e sentou-se sobre um monte de cinzas. Esse era o local onde se jogava e queimava o lixo da cidade e onde os párias viviam, pedindo esmolas de quem passava por lá. Nesse monturo, os cães brigavam por algum alimento e o estrume da cidade era queimado. Jó, de cidadão mais proeminente daquela comunidade passou a viver na mais terrível miséria, humilhação e vergonha.

A permissão de Deus para Satanás tocar na saúde de Jó não dá nenhuma base ou sustentação para crermos que todas as enfermidades são obras dele. Nem todas as aflições físicas procedem de Satanás, apesar de ele e os seus demônios serem capazes de causar, dentre outras coisas, cegueira – “Trouxeram-lhe, então, um endemoninhado cego e mudo; e, de tal modo o curou, que o cego e mudo falava e via”; mudez  – “E, havendo-se eles retirado, trouxeram-lhe um homem mudo e endemoninhado”; deformidades físicas – “E eis que estava ali uma mulher que tinha um espírito de enfermidade havia já dezoito anos; e andava curvada e não podia de modo algum endireitar-se”; e insanidade – “E, saindo ele do barco, lhe saiu logo ao seu encontro, dos sepulcros, um homem com espírito imundo, o qual tinha a sua morada nos sepulcros, e nem ainda com cadeias o podia alguém prender”.

Embora algumas aflições físicas são resultado natural de descuidos de nossa parte, e não podemos culpar ninguém mais além de nós mesmos, entretanto, mesmo nessas ocasiões, Satanás sabe se beneficiar de nossa insensatez.

Erivelton Figueiredo

Deus te abençoe.
Graça e Paz.

Referências:
– Comentário Bíblico Expositivo do Velho Testamento – Warren W. Wiersbe

Compartilhar

One thought on “Satanás e a saúde de Jó.

  • 24 de outubro de 2020 em 13:40
    Permalink

    Jó se lançou em terra,e adorou a Deus.

    Resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.