A Palavra de Deus é viva e poderosa, capaz de transformar vidas.

Hebreus 4: 12
 “Porque a palavra de Deus é viva e eficaz, e mais penetrante do que espada alguma de dois gumes, e penetra até à divisão da alma e do espírito, e das juntas e medulas, e é apta para discernir os pensamentos e intenções do coração”.

Sem a menor sombra de dúvida a Bíblia é o único livro que existe sobre a face da Terra que pode suprir todos os anseios do homem no que diz respeito a conhecer Deus. É através dela que Deus se revela ao homem de maneira formidável. Somente nela encontramos todo o conteúdo necessário para conhecer Deus de uma maneira verdadeira e pessoal. É através da Bíblia, e em nenhum outro livro, que somos vivificados e instigados a viver uma vida abundante e piedosa – “A lei (Palavra) do Senhor é perfeita, e refrigera a alma; o testemunho do Senhor é fiel, e dá sabedoria aos símplices”.

Um dos grandes problemas que o crente enfrenta em relação à Bíblia Sagrada é quando tal crente só vê a Bíblia como um livro. Independente se ela estiver fechada ou aberta, ela é em todo o tempo e o tempo todo a inexaurível, infatigável, incansável e indestrutível Palavra de Deus.

Norman Geisler, sobre a Bíblia, escreveu – “A Bíblia tem a qualidade de ser insuperável; ou seja, ela é imbatível, não pode ser anulada ou tornada inefetiva – ele sempre cumpre o seu propósito”. Em Isaías, nós lemos o seguinte: “Assim será a palavra que sair da minha boca; ela não voltará para mim vazia; antes, fará o que me apraz e prosperará naquilo para que a enviei”. O que muitos crentes precisam entender é que a Bíblia Sagrada não é como uma “caixinha de promessas” onde só se tem “palavras boas”, pois, quando o Senhor diz que sua Palavra prosperará naquilo para o qual ela foi enviada, Ele está apontando tanto numa direção quanto na outra (espada de dois gumes). O principal objetivo da Palavra de Deus é confrontar o homem no estilo de vida que tem, pois, aquele que se sente confortável diante de algo como: “Porque os meus pensamentos não são os vossos pensamentos, nem os vossos caminhos, os meus caminhos”, está precisando rever seu conceito de crente.

Ela é mais eficaz que espada de dois gumes pelo fato de que, assim como ela desperta os crentes que por alguma razão estão acomodados, da mesma forma, ela endurece ainda mais a cerviz dos que estão desviados. Da mesma forma que ela é vista como bálsamo para as muitas feridas causadas pelas agruras desta vida, ela serve de combustível para o pecador pecar ainda mais. Da mesma maneira que a Palavra de Deus nos consola em todas as aflições diárias, ela irrita o homem pecador, pois, ela confronta abertamente as suas atitudes, suas intenções do coração, seus pensamentos e seu comportamento.

Em suma, a Palavra de Deus promove alívio para quem a recebe, mas para os que a rejeitam, ela trás sobre estes a ira de Deus.

Erivelton Figueiredo

Deus te abençoe.
Graça e Paz.

Referências:
– Bíblia de Estudo Nova Almeida Atualizada (NAA)
– Teologia Sistemática – Norman Geisler

Compartilhar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.