O objetivo principal do apóstolo Paulo em Éfeso foi a educação cristã .

Atos 19: 9-10
 “Mas, como alguns deles se endurecessem e não obedecessem, falando mal do Caminho perante a multidão, retirou-se deles e separou os discípulos, disputando todos os dias na escola de um certo Tirano. E durou isto por espaço de dois anos, de tal maneira que todos os que habitavam na Ásia ouviram a palavra do Senhor Jesus, tanto judeus como gregos”.

Existem alguns crentes que pensam que quem frequenta a EBD não precisa fazer o discipulado, pois, nós dizemos que não somente é preciso como é necessário. O discipulado é o ensino metódico e sistemático das doutrinas bíblicas, independente se é aplicado para um ou mais discípulos e, na EBD, embora haja a interação aluno/professor, os assuntos propostos para as classes nem sempre podem satisfazer a necessidade especifica do novo convertido. O discipulado não é um curso para formação de obreiros, pode, sem dúvida, ser visto como o primeiro passo nesta direção, mas seu objetivo principal não é esse, antes, o discipulado visa esclarecer ao novo convertido  algumas dúvidas quanto as questões bíblicas, bem como, sobre os dogmas da igreja que está frequentando.

É imprescindível que haja este ensino nas igrejas, pois, é decepcionante você encontrar na igreja pessoas que estão na caminhada há muito tempo, mas que nunca foram ensinadas sobre determinado assunto. Não estamos falando de assuntos teológicos, apontamos para as doutrinas básicas e, pasmem, são pessoas com funções dentro das igrejas, por isso enfatizamos que só a EBD não é o suficiente para dirimir as dúvidas dos crentes. Lógico que não estamos colocando todos os membros da igreja num mesmo nível, pois há os que não querem aprender e, não são a esses que me refiro, mas, falamos dos que estão presente nas EBDs, nos cultos de doutrina, etc. e, a estes, o ensino ministrado, ás vezes, é débil e superficial. Igreja que não ensina seus membros é uma igreja debilitada espiritualmente.

Toda e qualquer igreja tem a responsabilidade de salvaguardar a verdadeira e original doutrina bíblica que se acha nas Escrituras, e transmiti-la aos fiéis sem transigência nem corrupção. Na Bíblia encontramos as seguintes razões para o ensino bíblico:
– Transmitir o evangelho de Cristo a crentes fiéis, para que conheçam, guardem e ensinem a verdadeira fé bíblica e a santidade de vida;
– Demonstrar aos estudantes a necessidade primacial de “batalhar pela fé que uma vez foi dada aos santos”, e dar-lhes os meios pelos quais possam defendê-la contra todas as teologias falsas;
– Preparar os estudantes para fortalecer outros crentes e levá-los à maturidade espiritual para que, juntos, possam refletir a imagem de Cristo no lar, na igreja local e no corpo de Cristo;
– Levar os estudantes a uma compreensão e experiência mais profunda do reino de Deus na terra e seu conflito contra o poder de Satanás;
– Motivar os estudantes através das verdades eternas do evangelho, a dedicar-se sem reservas à evangelização dos perdidos e à pregação do evangelho a todas as nações no poder do Espírito Santo.

Erivelton Figueiredo

Deus te abençoe.
Graça e Paz.

Referências:
– Bíblia de Estudo Pentecostal – pág. 1879

Compartilhar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.