Aquele que sabe ouvir conselhos é sábio.

Provérbios 12: 15
 “O caminho do tolo é reto aos seus olhos, mas o que dá ouvidos ao conselho é sábio”.

Evidentemente que a Palavra de Deus se refere aos bons conselhos e não, qualquer tipo de conselho. Além disso, devemos sempre estar atentos ao fato de que os maus conselhos nem sempre virão exclusivamente da boca dos “tolos”, em algumas ocasiões os “bons amigos”, certamente, irão influenciar em nossas escolhas usando seus “bons” conselhos. Não é raro vermos como nestes últimos dias muitos conceitos foram mudados por influencia dos que nos rodeiam e, não dizemos isso apontando somente para as pessoas do mundo, infelizmente isso é uma realidade dentro das igrejas.

O reinado de Roboão durou cerca de dezessete anos, período em que, por influencia dos seus amigos, se afastou do Senhor seguindo os passos de seu pai. Ele demonstrou muita fraqueza de caráter não se opondo energicamente ao culto idólatra, como rei ele poderia ordenar que esse tipo de culto fosse abolido, mas diferente do que Pedro disse muitos anos depois dele, Roboão preferiu dar ouvidos à voz do povo em vez de ouvir o Senhor. Ele próprio introduziu a idolatria na terra, ou então era fraco demais para impedir que isso acontecesse. Diversos altares foram construídos para deuses estranhos, e práticas proibidas pela Lei foram permitidas – “E fez Judá o que era mau aos olhos do Senhor; e o provocaram a zelo, mais do que todos os seus pais fizeram com os seus pecados que cometeram. Porque também eles edificaram altos, e estátuas, e imagens do bosque sobre todo alto outeiro e debaixo de toda árvore verde. Havia também rapazes escandalosos na terra; fizeram conforme todas as abominações das nações que o Senhor tinha expulsado de diante dos filhos de Israel”.

Certo pastor disse que todo e qualquer vício podia ser evitado se, ao darmos o primeiro passo em direção a ele, compreendêssemos o caminho tenebroso no qual estávamos embrenhando. O ébrio se compreendesse no que o primeiro gole de bebida iria transforma-lo, provavelmente, ele jamais tomaria o primeiro gole; o drogado se compreendesse no que a primeira “picada” ou “cheirada” iria conduzir a ele e sua família, talvez ele pensasse “duas” vezes antes de dar o primeiro passo em direção ao vício; o homem, de maneira generalizada, se compreendesse e acreditasse no que a Palavra de Deus diz sobre a ação do pecado em sua vida, sem duvida alguma, jamais iria querer viver longe do Seu Criador.

Roboão rejeitou o conselho dos experientes anciãos, dando ouvidos aos planos loucos e impiedosos dos jovens. A resposta e a atitude do povo foram rápidas e decisivas. As dez tribos se rebelaram abertamente. Quando Roboão procurou forçar sua autoridade enviando seu superintendente para pôr fim ao distúrbio, Adorão foi apedrejado até à morte. Roboão percebeu o perigo que corria sua própria vida e fugiu vergonhosamente de volta a Jerusalém.

Erivelton Figueiredo

Deus te abençoe.
Graça e Paz.

Referências:
– Quem é Quem na Bíblia Sagrada – Paul Gardner
– Dicionário Bíblico Wycliffe

Compartilhar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.