A Bíblia nos ordena a evangelizar e ensinar.

Mateus 28: 19-20
 “Portanto, ide, ensinai todas as nações, batizando-as em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo; ensinando-as a guardar todas as coisas que eu vos tenho mandado; e eis que eu estou convosco todos os dias, até à consumação dos séculos. Amém!”

Ir, batizar e ensinar constitui a ‘Grande Comissão de Cristo’ a todos os seus seguidores, em todas as gerações. Essa comissão declara o alvo, a responsabilidade e a outorga da tarefa missionária da igreja. A igreja deve ir a todo o mundo e pregar o evangelho a todos, de conformidade com a revelação no Novo Testamento, da parte de Cristo e dos apóstolos. Esta tarefa inclui a responsabilidade primordial de enviar missionários a todas as nações. O evangelho pregado centraliza-se no arrependimento e na remissão (perdão) dos pecados, na promessa do recebimento de o dom do Espírito Santo, e na exortação de separar-nos desta geração perversa, ao mesmo tempo em que esperamos a volta de Jesus, do céu.

O propósito da Grande Comissão é fazer discípulos que observarão os mandamentos de Cristo. Este é o único imperativo direto no texto original deste versículo. A intenção de Cristo não é que o evangelismo e o testemunho missionário resultem apenas em decisões de conversão. As energias espirituais não devem ser concentradas meramente em aumentar o número de membros da igreja, mas, sim, em fazer discípulos que se separam do mundo, que observam os mandamentos de Cristo e que o seguem de todo o coração, mente e vontade – “Jesus dizia, pois, aos judeus que criam nele: Se vós permanecerdes na minha palavra, verdadeiramente, sereis meus discípulos”.

Vale lembrar ainda, que Cristo nos ordena a concentrar nossos esforços para alcançar os perdidos e não em cristianizar a sociedade ou assumir o controle do mundo. Aqueles que creem em Cristo devem abandonar o presente sistema mundano maligno e separar-se da sua imoralidade – “Não vos prendais a um jugo desigual com os infiéis; porque que sociedade tem a justiça com a injustiça? E que comunhão tem a luz com as trevas?”, e ao mesmo tempo expor a sua malignidade.

Os que creem em Cristo e no evangelho devem ser batizados em água. Este ato representa o compromisso que assumiram, de renúncia à imoralidade, ao mundo e à sua própria natureza pecaminosa e de se consagrar sem reservas a Cristo e aos propósitos do seu reino. Cristo estará com seus seguidores obedientes, através da presença e do poder do Espírito Santo. Devem ir a todas as nações e testemunhar somente depois que do alto sejam revestidos de poder.

Há uma promessa de Jesus Cristo para os que estão empenhados em ganhar os perdidos e ensinar-lhes a obedecer aos seus padrões de retidão. Jesus ressurgiu, está vivo, e pessoalmente tem cuidado de cada filho seu. Ele está conosco na pessoa do Espírito Santo, e através da sua Palavra – “Mas aquele Consolador, o Espírito Santo, que o Pai enviará em meu nome, vos ensinará todas as coisas e vos fará lembrar de tudo quanto vos tenho dito”.

Erivelton Figueiredo

Deus te abençoe.
Graça e Paz.

Referências:
– Bíblia de Estudo Pentecostal.

Compartilhar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.