A sabedoria do alto não tem hipocrisia.

Tiago 3:13-18
 “Quem dentre vós é sábio e inteligente? Mostre, pelo seu bom trato, as suas obras em mansidão de sabedoria. Mas, se tendes amarga inveja e sentimento faccioso em vosso coração, não vos glorieis, nem mintais contra a verdade. Essa não é a sabedoria que vem do alto, mas é terrena, animal e diabólica. Porque, onde há inveja e espírito faccioso, aí há perturbação e toda obra perversa. Mas a sabedoria que vem do alto é, primeiramente, pura, depois, pacífica, moderada, tratável, cheia de misericórdia e de bons frutos, sem parcialidade e sem hipocrisia. Ora, o fruto da justiça semeia-se na paz, para os que exercitam a paz”.

De acordo com o conceito bíblico para o termo, a verdadeira sabedoria pode ser medida pelo caráter de uma pessoa. Da mesma maneira que é possível identificar uma árvore pelo tipo de fruto que produz, é possível avaliar a sabedoria de alguém pela maneira como age. A tolice conduz à desordem, mas a sabedoria conduz à paz e á bondade. Buscar a sabedoria de Deus nos livra da necessidade de nos compararmos aos outros e de cobiçarmos aquilo que eles têm.

Os conflitos e disputas entre os crentes são sempre prejudiciais. Tiago explica que estas discussões resultam de desejos maus que batalham dentro de nós: queremos mais posses, mais dinheiro, posição social mais alta, mais reconhecimento. Quando não conseguirmos o que queremos, lutamos a fim de alcançá-lo. Ao invés de agarrar agressivamente o que queremos, devemos nos submeter a Deus, pedir que Ele nos ajude a nos livrarmos dos nossos desejos egoístas e confiar nEle, pois é o único que pode nos dar o que realmente precisamos.

Quem deseja ensinar por orgulho deve ser enfaticamente desestimulado. Isso é perigoso para si mesmo — porque os que ensinam serão julgados com mais rigor. Além disso, muita inveja e egoísmo surgem em disputas ao redor de uma sabedoria que não vem do céu. Quem é sábio e inteligente consegue frutificar em bom comportamento e ações de humildade e sabedoria.

A sabedoria é um dom de Deus, que ele dá a todo aquele que pede. A sabedoria que vem do céu é diferente da sabedoria deste mundo. A sabedoria que vem do céu é prática, ou seja, tem mais a ver com comportamento do que com conhecimento. Paulo, na carta que escreveu aos Gálatas, descreve essa “sabedoria” como aquilo que o Espírito de Deus produz – “Digo, porém: Andai em Espírito e não cumprireis a concupiscência da carne. Porque a carne cobiça contra o Espírito, e o Espírito, contra a carne; e estes opõem-se um ao outro; para que não façais o que quereis”.

A vida é curta, a despeito de quantos anos vivamos. Não nos enganemos pensando que ainda teremos muito tempo para viver para Cristo, para desfrutar de nossos entes queridos, ou para fazer o que sabemos que devemos fazer. Vivamos para Deus hoje!

Erivelton Figueiredo

Deus te abençoe.
Graça e Paz.

Referências:
– Bíblia de Estudo Aplicação Pessoal.
– Bíblia de Estudo Pentecostal.
– Bíblia do Semeador NTLH

Compartilhar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.