"𝓔, 𝓵𝓲𝓫𝓮𝓻𝓽𝓪𝓭𝓸𝓼 𝓭𝓸 𝓹𝓮𝓬𝓪𝓭𝓸, 𝓯𝓸𝓼𝓽𝓮𝓼 𝓯𝓮𝓲𝓽𝓸𝓼 𝓼𝓮𝓻𝓿𝓸𝓼 𝓭𝓪 𝓳𝓾𝓼𝓽𝓲𝓬̧𝓪". 𝓡𝓶 6:18

Devocionais EBD

A esperança cristã é uma consequência do Novo Nascimento.

I Pedro 1: 23
 “… sendo de novo gerados, não de semente corruptível, mas da incorruptível, pela palavra de Deus, viva e que permanece para sempre.

A doutrina da Regeneração é largamente difundida, porém ela é mal compreendida no meio cristão evangélico. A Regeneração, ou o Novo Nascimento, não envolve apenas mudança de hábitos, este ato exclusivo de Deus envolve mudança radical interior no crente. Mas o que deve ficar bem esclarecido é que essa obra de Deus não é realizada sem uma resposta da parte do homem ao que lhe é oferecido através do sacrifício de Cristo na cruz. Prova disto é o que o Senhor Jesus disse a Nicodemos – “… Necessário vos é nascer de novo.

Tanto o termo ‘regenerar’ como a expressão ‘nascer de novo’ (que querem dizer a mesma coisa) envolve um ato voluntário da parte do homem. Entenda que esse ato da parte do homem diz respeito ao querer ser regenerado, pois para ‘nascer de novo’ implica na decisão radical de que, antes de nascer de novo, logicamente que tem de ‘morrer’ (evidentemente que estamos falando no sentido espiritual). Da mesma forma como Jesus ‘se deu’ como sacrifício por nós, devemos nós também, voluntariamente, morrermos para que assim, e somente assim, possamos nascer de novo.

Na verdade o versículo vinte e três do primeiro capítulo da primeira carta de Pedro é uma conclusão do versículo vinte e dois. No versículo vinte e dois, Pedro faz um apelo aos crentes para se amarem mutuamente com toda intensidade, pois o amor flui naturalmente da nova vida que, agora, temos, além de sermos membros da família de Deus. Quando tomamos consciência do que o sacrifício de Jesus é para nós, devemos, sem duvida, ter vontade de obedecer a Deus e viver uma vida santa, para a Sua glória.

A doutrina do Novo Nascimento, como dissemos acima, é mal compreendida por alguns crentes pelo fato destes não receberem a devida instrução sobre ela. O nascer de novo, embora dependa do pecador arrependido querer morrer para o mundo e nascer para Deus, todavia, não é o próprio pecador que pode efetuar isso em si mesmo. Dependemos de Deus para sermos gerado novamente e continuamos a depender do Senhor para que possamos permanecer como novas criaturas. Esse é o ponto – dependência total.

Temos que instruir nossos irmãos na fé de que o ensino sobre o que está escrito em Isaías – “… Agindo Eu, quem impedirá?” não quer dizer que Deus vai fazer com o homem o que o homem não quer receber dEle. Para que Deus possa efetuar em nós a Regeneração é preciso que estejamos mortos para o mundo e, morrer para o mundo depende do quanto queremos isso.

Erivelton Figueiredo

Deus te abençoe.
Graça e Paz.

Referências:
– Bíblia de Estudo Pentecostal.
– Bíblia de Estudo Aplicação Pessoal.
– Bíblia de Estudo NAA-CPAD

Compartilhar

Erivelton Figueiredo

Cristão Evangélico; Obreiro do Senhor Jesus Cristo, pela misericórdia de Deus; Professor da EBD; Capelão; Estudante persistente da Palavra de Deus; Membro da Igreja Evangélica Assembleia de Deus - Min. Boas Novas em Guarapari-ES. Casado com a Inês; pai do Hugo, do Lucas e da Milena.

2 thoughts on “A esperança cristã é uma consequência do Novo Nascimento.