Relacionamento – Estou fazendo da maneira correta?

Portanto, tudo o que vós quereis que os homens vos façam, fazei-lo também vós a eles; porque esta é a lei e os profetas“. (Mat. 7:12)

Esta é a regra áurea para se ter um bom relacionamento interpessoal, e o seu significado está bem explicito, ou seja, nos relacionamentos, nós haveremos de definir exatamente como nós gostaríamos de ser tratados. Sabendo que nós gostaríamos de ser tratados com bondade, justiça, honestidade, respeito, consideração, lealdade, tolerância… dessa forma nós trataremos as outras pessoas. 

De todos os conceitos que encontrei para a palavra relacionamento, a melhor que se encaixa no contexto, encontrei no site infopédia, e diz o seguinte: ter convivência social com alguém.
Na última ceia, fui cumprimentar o Pastor Odias e ele me disse: – Estamos conectados, mas ao mesmo tempo continuamos distanciados, precisamos estreitar esse relacionamento. Confesso que desde esse dia, meu conceito de relacionamento tem mudado, e hoje, vejo que num relacionamento tem que haver convivência social, caso contrário, deixa de ser relacionamento e passa a ser apenas um contato.  

As redes sociais, foram a partir da metade do século XX, e continuam sendo, uma febre ou, como diz o jargão, um movimento que viralizou. Lembro-me do Messenger, Orkut e Skype (que está ainda entre os mais usados), entre outros que promoviam “gratuitamente” a proximidade das pessoas, estando estas separadas, às vezes, por milhares de quilômetros. Eu vejo nisso a mais brilhante e sagaz armadilha que o diabo usou, através da internet, para aprisionar as pessoas dentro da própria casa. As pessoas estão se fechando dentro de um mundo criado por elas, de forma que o único meio de relacionamento com o mundo exterior (as pessoas) é a rede social. Esse mundo exclusivo, criado pelas pessoas, é definido pela quantidade de amigos (Facebook), de likes (Youtube), de seguidores (Instagram) e de curtidas (Twitter). O que ninguém percebe é que, de todos os amigos, de todos os likes, de todos os seguidores e de todas as curtidas, é com apenas um terço (e olhe lá) destas pessoas que temos, de fato, uma convivência social.
Às vezes fico olhando o número de amigos dos meus amigos do Facebook, e fico constrangido, pois junto com a Inês temos 279 amigos, número irrisório diante do número dos meus amigos. O que eu observo é que a pessoa que tem 2500 amigos no Facebook, está sempre sozinha, aquela pessoa que tem 3622 seguidores no Twitter e Instagram, está seguindo sozinha e aquela pessoa que recebeu 4767 likes e curtidas, está “likando” e curtindo solitariamente. Até quando as pessoas vão se enganarem?

Portanto, tudo o que vós quereis que os homens vos façam, fazei-lo também vós

Entendeu a regra áurea do relacionamento interpessoal?
Quer mudar o quadro da sua vida?
Deseja ter seus amigos mais próximos de você?
Então faça a eles, o que você gostaria que eles lhe fizessem, saia detrás deste computador, celular ou qualquer outro objeto que está se interpondo entre você e seus amigos, e vá abraça-los, senti-los, beija-los, vá matar a saudade, vá conviver socialmente com eles, SAIA DESTA VIDA VIRTUAL E VIVA UMA VIDA SOCIAL.

Deus te abençoe

Compartilhar

Erivelton

Cristão Evangélico; Obreiro do Senhor Jesus Cristo, pela misericórdia de Deus; Professor da EBD; Capelão; Estudante persistente da Palavra de Deus; Membro da Igreja Evangélica Assembleia de Deus - Min. Boas Novas em Guarapari-ES. Casado com a Inês; pai do Hugo, do Lucas e da Milena.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.