Devocional lição 13/ 1º trim 2017, Terça-feira – Deus dá a semente.

II Coríntios 9:10
Ora, aquele que dá a semente ao que semeia e pão para comer também multiplicará a vossa sementeira e aumentará os frutos da vossa justiça

As necessidades vitais de um trabalhador, mostra que ele merece gozar das recompensas de seu trabalho. Se um homem é convocado para o exército, o governo lhe paga um salário e fornece os suprimentos necessários. O homem que planta uma vinha tem direito de comer de seus frutos, assim como o pastor tem direito de usufruir do leite, da lã e da gordura produzidos pelo rebanho, para o seu sustento, NÃO PARA ENRIQUECIMENTO.

Não vamos entrar na questão da profissionalização da função do Pastor. A intenção não é defender um ou outro ponto de vista, mas, em deixar evidente que os benefícios ou recompensas para aqueles que estão dando seus frutos como cristãos, virão das mãos de Deus, ou seja, não somos nós que vamos taxar o valor da recompensa, mas nosso Pai Celeste é que vai nos recompensar de acordo com as nossas necessidades.
Paulo, declara um princípio fundamental da vida cristã: se recebemos bênçãos espirituais, devemos compartilhar bênçãos materiais. Os judeus, por exemplo, deram bênçãos espirituais aos gentios; de modo que coube aos gentios compartilhar suas bênçãos materiais com os judeus.

Como no trimestre que se encerra, o tema são as virtudes do Fruto do Espírito Santo, focaremos apenas o aspecto espiritual.
A palavra comunhão tem um significado mais abrangente do que apenas “conviver em harmonia”, ela significa termos tudo, absolutamente tudo, em comum, ou seja, aquele que está em comunhão é participante ativo de toda sorte de bênçãos, bem como de todo sofrimento. Estar em comunhão é ser participante das bênçãos materiais, bem como das espirituais.
Nós nunca compreenderemos plenamente os propósitos de Deus. Não entenderemos Sua forma de agir. Todos os nossos planos e projetos são traçados dentro de uma ótica e razão do conhecimento humano, mas Deus opera e trabalha com o impossível. Nada acontece fortuitamente, tudo tem um propósito específico, tem um fim determinado, estabelecido por Deus. Por isso, é que o crente nunca deve pronunciar palavras ociosas, pois nunca saberemos como o Senhor vai usar um simples testemunho para plantar e regar a semente lançada em algum coração.
É interessante observar na Palavra que, àquele que semeia, Deus garante que nunca vai faltar semente, e a garantia se estende aos frutos, eles serão abundantes. O Fruto do Espírito com suas nove características, pode até não ser consumido por aquele em que se produz, mas Deus garante que tal pessoa será beneficiada por aquele que consome tal Fruto, porém, esses benefícios não podem ser vistos somente como bençãos materiais. Não é esse tipo de garantia que nosso Deus está dando. Ele garante que seremos justiçados, contudo, se isso não ocorrer nesta vida, certamente será na vida eterna com Cristo.

Deus te abençoe.
Graça e Paz.

Compartilhar

Erivelton

Cristão Evangélico; Obreiro do Senhor Jesus Cristo, pela misericórdia de Deus; Professor da EBD; Capelão; Estudante persistente da Palavra de Deus; Membro da Igreja Evangélica Assembleia de Deus - Min. Boas Novas em Guarapari-ES. Casado com a Inês; pai do Hugo, do Lucas e da Milena.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.