Devocional lição 13/ 1º trim 2017, Sábado – Paciência para esperar o fruto.

Tiago 5:7
Sede, pois, irmãos, pacientes até a vinda do Senhor. Eis que o lavrador espera o precioso fruto da terra, aguardando-o com paciência, até que receba a chuva temporã e serôdia”.

Deus só corrigirá toda as injustiças deste mundo quando Jesus Cristo voltar, e nós, crentes, devemos suportar e esperar com paciência. Essa é a “bendita esperança” do crente. Não podemos esperar que tudo seja fácil e confortável na vida presente. É preciso suportar com paciência as dificuldades e aflições até a volta de Cristo.

O termo “paciência”, significa, literalmente, “permanecer sujeito a” e se refere à perseverança mesmo sob grande pressão. Ter paciência quer dizer “permanecer firme no lugar mesmo quando se deseja fugir”. Mas a pergunta a que devemos responder é: de que maneira podemos experimentar, como crentes, esse tipo de perseverança paciente enquanto se espera a volta de Cristo?
E a resposta que encontramos é: O homem impaciente não serve para ser lavrador. Nenhuma planta cresce da noite para o dia (exceto, talvez, as ervas daninhas), e nenhum lavrador pode controlar as condições do tempo. O excesso de chuva pode fazer a plantação apodrecer, enquanto o excesso de sol pode queimá-la, e uma geada precoce pode matá-la. Em se tratando das condições do tempo, o lavrador precisa de muita paciência.
Também precisa ser paciente com a semente e a colheita, pois as plantas demoram a crescer. Os lavradores de Israel aravam e semeavam nos meses de outono. As ״ primeiras chuvas” amoleciam o solo, enquanto as “últimas chuvas” que caíam no começo da primavera (fevereiro-março) ajudavam a amadurecer a plantação e a prepará-la para a colheita. O lavrador precisava esperar várias semanas para as sementes produzirem frutos.

A paciência do lavrador é recompensada, porque o fruto da terra é “precioso”. A colheita faz a espera valer a pena. A vida do crente é retratada como um “lavrador espiritual” à espera da colheita espiritual. Nosso coração é o solo, e “a semente é a palavra de Deus”. Assim como há estações para o solo, também há estações para a vida espiritual. Por vezes, nosso coração torna-se frio e “hiberna”, e o Senhor precisa “ará-lo” antes de plantar a semente. Ele envia o sol e as chuvas de sua bondade para regar e sustentar as sementes plantadas, mas devemos ser pacientes e esperar pela colheita.
Eis, portanto, o segredo da perseverança quando as coisas ficam difíceis: Deus está produzindo uma colheita em nossa vida. Deus deseja que “o fruto do Espírito” se desenvolva em nós, e a única forma de fazê-lo é por meio das tribulações e dificuldades.

Em vez de ficarmos impacientes com Deus e com nós mesmos, devemos nos entregar ao Senhor e permitir que os frutos cresçam. Somos “lavradores espirituais” à espera da colheita. Só é possível desfrutar esse tipo de colheita quando o coração está fortalecido.

Deus te abençoe.
Graça e Paz.

Compartilhar

Erivelton

Cristão Evangélico; Obreiro do Senhor Jesus Cristo, pela misericórdia de Deus; Professor da EBD; Capelão; Estudante persistente da Palavra de Deus; Membro da Igreja Evangélica Assembleia de Deus - Min. Boas Novas em Guarapari-ES. Casado com a Inês; pai do Hugo, do Lucas e da Milena.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.