Devocional lição 02/ 2ºtrim 2017, Segunda-feira – Abel, o segundo filho de Adão e Eva.

Gênesis 4:1-2
E conheceu Adão a Eva, sua mulher, e ela concebeu, e teve a Caim, e disse: Alcancei do SENHOR um varão. E teve mais a seu irmão Abel; e Abel foi pastor de ovelhas, e Caim foi lavrador da terra”.

Abel não aprendeu sozinho a construir seu caráter, não podemos ignorar que seus pais, mesmo depois do pecado, foram cuidadosos quanto a “instrução espiritual” dos filhos. Indubitavelmente, Caim e Abel foram instruídos quanto ao trabalho e quanto a adoração a Deus. Adão e Eva, mesmos destituídos da glória de Deus, provavelmente, permaneceram no temor e transmitiram a sua descendência tudo o que tinham vivido antes da queda.

O crente deve ter como o propósito supremo de sua vida, a obtenção do caráter de Cristo. Para isto deverá se esforçar, buscar e orar sem cessar. É, do agrado de Deus formar em nós progressivamente o caráter de Cristo, mas Ele determinou que isto deve ser buscado com toda a diligência, e para tanto devemos pedir-lhe que forje o caráter de Cristo em nós. O caráter se comprovará bom e forte à medida que resista às provações e tentações, ou seja, não pode haver variação em nosso comportamento quando a elas formos submetidos.
Muito do nosso caráter e personalidade é fortemente impactado e reorientado quando nos convertemos a Cristo e nascemos de novo do Espírito Santo. Todavia, há de se completar, pelo mesmo processo de operação sobrenatural do Espírito, o trabalho do aperfeiçoamento da nossa personalidade e caráter, pela remoção progressiva dos hábitos e comportamentos inerentes ao velho modo de vida, e pela implantação também progressiva das virtudes de Cristo.

A Bíblia não fala, minuciosamente, da personalidade e caráter de Caim e Abel, isso fica subentendido pela interpretação e revelação dada pelo Espírito Santo, quando fazemos uma análise cuidadosa da Palavra de Deus.
O nome “Caim” tem um significado incerto, entretanto, tem a pronuncia parecida com a palavra hebraica para “adquirido”. Eva louvou a Deus por ajudá-la durante sua gestação. Afinal, era uma experiência nova, e ela não contava com um médico ou parteira para ajudá-la. Depois, em sua segunda gestação, ela deu à luz Abel. Seu nome significa “fôlego”, e é a palavra traduzida por “vaidade” pelo menos trinta e três vezes no Livro de Eclesiastes. O nome de Caim nos lembra que a vida vem de Deus, enquanto o de Abel nos diz que a vida é breve.

Mesmo que o Antigo Testamento não informe muita coisa sobre Abel, a sua reputação é digna de atenção no Novo Testamento. Sua fé, oferta, atitude e caráter são apresentados no Novo Testamento como declaração de um homem justo.
Diante disso, Abel é, sem dúvidas, um exemplo para os cristãos em todos os tempos.

Deus te abençoe.
Graça e Paz.

Compartilhar

Erivelton Figueiredo

Cristão Evangélico; Obreiro do Senhor Jesus Cristo, pela misericórdia de Deus; Professor da EBD; Capelão; Estudante persistente da Palavra de Deus; Membro da Igreja Evangélica Assembleia de Deus - Min. Boas Novas em Guarapari-ES. Casado com a Inês; pai do Hugo, do Lucas e da Milena.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.