Devocional lição 04/ 3º trim 2017, Terça-feira – Jesus é o verdadeiro Deus e o verdadeiro homem.

Romanos 1:3-4
Acerca de seu Filho, que nasceu da descendência de Davi segundo a carne, declarado Filho de Deus em poder, segundo o Espírito de santificação, pela ressurreição dos mortos – Jesus Cristo, nosso Senhor

A grande curiosidade do homem em desvendar aquilo que está omitido na Bíblia, o leva a escrever absurdos acerca da verdadeira identidade de Jesus de Nazaré. Milhares de pessoas ainda não conhecem o verdadeiro Jesus, o Jesus dos evangelhos, pois foi criada uma identidade para um Jesus somente histórico. Das obras que Ele realizou a Bíblia diz que não haveria papel suficiente no mundo para escrever tudo. 

Ele continua sendo o personagem mais controverso da história. Para alguns Jesus nunca fez uma reivindicação messiânica, nunca institui qualquer sacramento, nunca predisse a sua morte e nem ressuscitou dentre os mortos. Dizem que Jesus era um engodo. E isso instigou a busca do Jesus “verdadeiro”. A metodologia racionalista foi a predominante como método de pesquisa dessa busca. A polêmica desses estudos foi um terreno fértil para nascerem obras pró e contra Jesus.

Jesus como o Cristo é tanto um fato histórico quanto um objeto de recepção pela fé. Não se pode afirmar a verdade sobre o evento no qual se baseia o Cristianismo sem afirmar ambos esses lados. Se Jesus não tivesse impactado os seus discípulos com o fato de ser o Cristo, e eles tivessem crido, bem como através deles a todas as gerações posteriores, o homem que é chamado Jesus de Nazaré talvez fosse recordado apenas como uma pessoa histórica e religiosamente importante. Mas se ele foi crido e provou de fato ser o Cristo, quem é o “Jesus Histórico”? Ora, o Jesus histórico é igualmente o Jesus a quem adoramos e servimos, claro tirando tudo aquilo que criaram entorno da sua pessoa. Não foi meramente um homem bom, um excelente mestre. Ele é também o Senhor da Glória, no sentido mais literal possível.

A religião cristã se alicerça no testemunho a respeito do caráter messiânico de Jesus de Nazaré e não em uma novela histórica, eis aí o fracasso da caça pelo Jesus Histórico. A busca do Jesus histórico foi uma tentativa de descobrir um mínimo de fatos confiáveis sobre o homem Jesus de Nazaré, para se obter um fundamento seguro à fé cristã. Essa tentativa foi um fracasso. O cristianismo não se baseia na aceitação de uma novela histórica; ele se baseia no testemunho a respeito do caráter messiânico de Jesus por pessoas que não estavam absolutamente interessadas numa biografia do Messias.

Jesus é o mesmo YHWH. Ele é chamado de Javé Justiça Nossa por Jeremias. Isaías e Malaquias profetizaram que João Batista viria antes de YHWH. Ezequiel chama o Messias de YHWH.
A Bíblia revela também a divindade de Jesus e sua igualdade com o Pai nos seus atributos incomunicáveis. Jesus é eterno.

Deus te abençoe.
Graça e Paz.

Compartilhar

Erivelton

Cristão Evangélico; Obreiro do Senhor Jesus Cristo, pela misericórdia de Deus; Professor da EBD; Capelão; Estudante persistente da Palavra de Deus; Membro da Igreja Evangélica Assembleia de Deus - Min. Boas Novas em Guarapari-ES. Casado com a Inês; pai do Hugo, do Lucas e da Milena.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.