Devocional lição 08/ 3º trim 2017, Sábado – A Igreja no convite do pecador para Cristo.

Apocalipse 22:17
E o Espírito e a esposa dizem: Vem! E quem ouve diga: Vem! E quem tem sede venha; e quem quiser tome de graça da água da vida

O céu na vida do crente é mais do que um destino: é uma motivação. A consciência de que vamos habitar na cidade celestial deve fazer diferença em nossa vida aqui e agora. A visão da cidade celestial levou os patriarcas a andar com Deus e a servi-lo. A consciência de que voltaria para o Pai no céu também encorajou Jesus Cristo quando ele encarou a cruz. A certeza do céu não deve tornar os salvos acomodados nem descuidados; antes, deve servir de estímulo para que cada crente cumpra seus deveres espirituais como Igreja de Cristo. 

Tem, aproximadamente, 1920 anos que João recebeu, na Ilha de Patmos, a seguinte revelação de Jesus: “Eis que venho sem demora”. Uma pergunta podemos fazer: Porque Jesus tem “adiado” sua volta por tanto tempo? Pedro explica por quê: Deus deseja dar a todo o mundo pecador a oportunidade de arrepender-se e de receber a salvação. Enquanto isso, o Espírito de Deus, por meio da Igreja (a noiva), pede que Jesus venha, pois, a noiva deseja se encontrar com o Noivo e entrar em seu lar. “Amém! Vem, Senhor Jesus!

No entanto, os crentes também devem convidar pecadores perdidos a se entregarem a Cristo e a beberem da água da vida. Não há dúvida de que, quando a igreja vive na expectativa da volta de Cristo, essa atitude impele seu ministério e evangelismo e estimula a pureza do coração. Há o desejo de falar a outros sobre a graça de Deus. Uma compreensão correta das profecias bíblicas deve nos levar a obedecer à Palavra de Deus e a compartilhar o convite de Deus com o mundo perdido. A obra da igreja é pregar o Evangelho a toda a criatura, e explanar o plano da salvação tal qual é ensinado nas Escrituras. Cristo tornou acessível a salvação por provê-la; a igreja deve torná-la real por proclamá-la.

Deus entregou à sua Igreja a alta responsabilidade e a nobre missão de anunciar o Evangelho a toda criatura. A igreja precisa manter firme a atitude e não ceder diante dos ataques contra a sã doutrina da Palavra. Devemos em tudo praticar a verdade, seja em palavras seja em ações. Devemos andar na verdade. Devemos, a tempo e fora de tempo, ser defensores do Evangelho, assim como Paulo e outros foram.

O Espírito Santo clama pela volta do noivo, Ele deseja entregar a linda noiva pura e adornada, pronta que também espera o noivo. O Espírito Santo anela pela volta do noivo e tem pressa,

Que lugar os interesses do Reino têm ocupado em nossas vidas?

A mensagem do Apocalipse parece provocar dois tipos de reação. Diante de tudo que foi revelado você pode desconsiderar e continuar a praticar a injustiça e a imundícia, ou pode optar pela prática da justiça e da santidade. Podemos optar por lavar as nossas veste ou continuar a sujá-las, mas somente a opção pelo que é certo e justo é que nos conduzirá ao caminho da Nova Jerusalém.

Deus te abençoe.
Graça e Paz.

Compartilhar

Erivelton

Cristão Evangélico; Obreiro do Senhor Jesus Cristo, pela misericórdia de Deus; Professor da EBD; Capelão; Estudante persistente da Palavra de Deus; Membro da Igreja Evangélica Assembleia de Deus - Min. Boas Novas em Guarapari-ES. Casado com a Inês; pai do Hugo, do Lucas e da Milena.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.