Devocional lição 10 / 3º trim 2017, Terça-feira – O batismo no Espírito Santo é resultado da obra de Cristo.

Atos 2:33
De sorte que, exaltado pela destra de Deus e tendo recebido do Pai a promessa do Espírito Santo, derramou isto que vós agora vedes e ouvis

O Reino de Deus consiste em virtude, pois é o domínio do Todo-poderoso. Deus é a fonte de poder. Quando Deus, para libertar os homens do poder de Satanás e da potestade das trevas, deu seu Filho Unigênito, esse Filho, pela sua vitória na cruz, foi feito poder de Deus. O Evangelho, que fala dessa salvação, é também poder de Deus. Quando alguém aceita a Jesus e crê na sua Palavra, recebe poder para ser feito filho de Deus. A estes, a Bíblia revela, que serão revestidos de poder, uma benção que é prometida a todos, por Deus. 

A característica principal dessa promessa é poder para servir e não a regeneração para a vida eterna. Sempre que lemos acerca do Espírito vindo sobre, repousando sobre, ou enchendo as pessoas, a referência nunca é à obra salvadora do Espírito, mas sempre ao poder para servir, ou seja, visto que a promessa de revestimento de poder, feita por Jesus, foi limitada aos doze, o Batismo no Espírito Santo, não faz referência a espiritualidade do crente, mas sim da capacitação para o trabalho na obra de Deus. E só vão ser revestidos deste poder aqueles que estão em íntimo relacionamento com Deus.

O Batismo no Espírito Santo é uma obra que se distingue da obra da salvação. Uma está relacionada a outra, porém, são operadas em momentos distintos. Jesus “ordenou” a seus discípulos que buscassem esse revestimento de poder. Eles já eram crentes. Em todas as passagens da Bíblia em que estão mencionados esse fato, fica implícito que todos quantos receberam esse revestimento já eram crentes.

Esse revestimento é descrito como um batismo. Quando a palavra “batismo” é aplicada à experiência espiritual, é usada figurativamente para descrever a imersão no poder vitalizante do Espírito Divino. Os relatos bíblicos nos levam à conclusão de que o crente pode experimentar um revestimento de poder, experiência suplementar e subsequente à conversão cuja manifestação inicial se evidencia pelo milagre de falar em língua por ele nunca aprendida (assunto que será abordado no próximo devocional).

Além das outras operações do Espírito Santo, essa operação de revestimento tem como propósito especial é dar energia à natureza humana para um serviço para Deus, resultando em uma expressão externa dum caráter sobrenatural. Somos capacitados de tal forma que em momento algum da nossa peregrinação neste mundo, somos afligidos, intimidados ou pressionados. Diante das circunstancias da vida, nãos nos acovardamos, recuamos ou desistimos.

Vemos assim que, o Batismo no Espírito Santo não é uma experiencia que acompanha automaticamente a salvação, e nem que, necessariamente, acompanha o batismo nas águas. O revestimento de poder concedido ao crente é uma benção distinta oferecida, ao crente, por Deus.

Deus te abençoe.
Graça e Paz.

Compartilhar

Erivelton

Cristão Evangélico; Obreiro do Senhor Jesus Cristo, pela misericórdia de Deus; Professor da EBD; Capelão; Estudante persistente da Palavra de Deus; Membro da Igreja Evangélica Assembleia de Deus - Min. Boas Novas em Guarapari-ES. Casado com a Inês; pai do Hugo, do Lucas e da Milena.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.