Devocional lição 11/ 3º Trim 2017, Quinta-feira – Após o arrebatamento da Igreja se seguirá a Grande Tribulação.

Resultado de imagem para tribulaçãoMateus 24:21
Porque haverá, então, grande aflição, como nunca houve desde o princípio do mundo até agora, nem tampouco haverá jamais

É de suma importância, quando estamos a examinar a Bíblia, sabermos distinguir as profecias. Há profecias específicas a Israel, profecias que só dizem respeito a eles, e há profecias específicas à Igreja de Cristo, profecias que só dizem respeito a Igreja. O período de sete anos denominado A Grande Tribulação, só diz respeito a Israel. É Deus tratando com a nação de Israel. Bom, se esse período é um “acerto de contas” exclusivo com Israel, onde estará a Igreja? Ora, a resposta é simples e lógica: Estará nas Bodas com o Cordeiro. Entretanto, que fique bem entendido que, na atual dispensação, nenhum judeu está excluído de salvo, bem com no período da Grande Tribulação haverá salvação para qualquer pessoa que sustentar sua fé. 

O arrebatamento da Igreja é o fato que porá fim a esta dispensação, a este tempo que estamos vivendo em que o Espírito Santo atua livremente, através de todos os homens e mulheres que, independentemente de raça, tribo ou nação, aceitam a mensagem do Evangelho, creem que Jesus é o Salvador e se submetem ao seu senhorio, passando a viver segundo a sua vontade. Esta dispensação é denominada: Dispensação da Graça.

A Grande Tribulação é o juízo de Deus sobre toda a humanidade. Embora que, tenhamos nela um objetivo principal – A restauração de Israel, a nação santa e propriedade peculiar de Deus -, Deus estará também tratando com os ímpios. Em todas as dispensações, Deus tem tentado reconciliar o homem consigo, mas a humanidade, na sua maior parte, tem recusado essa oferta e intensificado sua rebelião contra o Criador, assim sendo, Deus trará o juízo sobre eles, exercendo sua Justiça. Os acontecimentos que estão previstos para a Grande Tribulação, serão de ordem sobrenatural e atingirão toda a criação. Todo o universo será impactado pelo juízo do Todo-Poderoso Deus.

A Grande Tribulação é um período que se segue à Dispensação da Graça, onde Deus irá promover um juízo sobre todos quantos rejeitaram a Jesus Cristo, e talvez muitos queiram se justificar, ou fingir que não sabem quem são aqueles que rejeitaram Cristo. Ora, naturalmente, os que rejeitaram a Cristo são aqueles que “não o receberam”, sejam judeus ou, sejam gentios. Assim, fica evidente que a Igreja será isenta deste período.
Apesar de ser um período tenebroso na história da humanidade, na Grande Tribulação haverá salvação. A salvação está muito além da Dispensação da Graça. Houve salvação no Antigo Testamento e haverá salvação depois do arrebatamento. A salvação não é um ato de Deus exclusivo a sua Igreja. A salvação é destinada a qualquer homem em qualquer tempo.

As coisas que estão acontecendo nos nossos dias, sejam elas de abrangência local, regional, nacional, mundial ou universal, bem como, quer sejam de ordem natural ou provocadas pelo homem, não são o mínimo em relação do que será na Grande Tribulação. Os fatos que hoje nos causam tanto espanto, os quais julgamos ser apenas de abrangência local, mas que, no fim de tudo, nos atingem indiretamente, na Grande Tribulação, eles terão magnitudes de ordem universal. Jesus predisse que nessa ocasião haveria grande aflição, como nunca houve desde o princípio do mundo até agora, nem tampouco haverá jamais.

Deus te abençoe.
Graça e Paz.

Compartilhar

Erivelton

Cristão Evangélico; Obreiro do Senhor Jesus Cristo, pela misericórdia de Deus; Professor da EBD; Capelão; Estudante persistente da Palavra de Deus; Membro da Igreja Evangélica Assembleia de Deus - Min. Boas Novas em Guarapari-ES. Casado com a Inês; pai do Hugo, do Lucas e da Milena.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.