Uma promessa de natureza misericordiosa.

Hebreus 8: 12
Porque serei misericordioso para com as suas iniquidades e de seus pecados e de suas prevaricações não me lembrarei mais

Louvado, exaltado e glorificado seja o nome do nosso Deus! Rompido foi o Véu da Separação! O acesso ao Lugar Santo ou, Santo dos Santos ou, Lugar Santíssimo foi promovido através do sangue de Cristo vertido na cruz. Neste lugar, na antiga aliança, nenhum homem estava autorizado a comparecer, nem mesmo o sacerdote, senão, com o sangue do sacrifício. Era o lugar terrestre onde a glória de Deus se manifestava. Apenas uma mobília existia neste lugar: a Arca da Aliança.

A Arca do Concerto ou Arca da Aliança, media 1,25 metros de comprimento e 75 centímetros de altura e 75 centímetros de largura, foi feito de madeira da acácia e revestida em ouro por dentro e por fora. A Arca possuía também 4 argolas de ouro para colocar os varais de transporte de madeira e revestido de ouro. Durante as mudanças a Arca ia adiante do povo.

Dentro da Arca estão as Tábuas da Lei, um pote com Maná e a vara de Arão. As Tábuas da Lei dentro da Arca tipificam o zelo que Deus tem pela Sua Palavra, neste lugar as Tábuas da Lei nunca mais se quebrariam, o próprio Deus é quem zela por ela. O pote com Maná tipifica que Deus, não apenas provê alimento para os seus, Ele é o próprio alimento. Ele é a fonte inesgotável que sacia, a todos que recorrem a Ele, com um alimento que não se deteriora com o tempo. Enfim, a vara de Arão, simboliza que a vida daqueles que se achegam a Deus, não é algo efêmero, vazio ou sem significado, muito pelo contrário, é uma vida que floresce a todo tempo e está sempre ornamentada pela presença do Espírito Santo de Deus.

O Propiciatório era a tampa da Arca. Esta peça fora fabricada em ouro maciço batido em bigorna onde nas suas extremidades estavam dois Querubins com as suas asas por cima cobrindo assim o Propiciatório, estes estavam com as suas faces defronte, porém voltadas para o Propiciatório. Uma vez ao ano o Sumo Sacerdote aspergia com sangue do sacrifício o Propiciatório.

Tanto o lugar quanto a mobília demonstram que não existe nada mais propício ao homem arrependido do que a real presença de Deus. É, somente na presença de Deus, com um coração contrito, que encontramos os favores de um Deus Santo e Justo. Contudo, o Deus Pai não recebe ninguém que tenta, por seus próprios meios, se chegar a Ele, mas todos quantos ousaram irromper o Lugar Santo, confiados no sacrifício do Deus Filho, o Pai Celeste os recebe e os ouve atentamente.

Desta forma, findamos a semana, na qual estivemos falando sobre o Tabernáculo terrestre como símbolo da pessoa de Jesus Cristo.

Deus te abençoe.
Graça e Paz.

Compartilhar

Erivelton

Cristão Evangélico; Obreiro do Senhor Jesus Cristo, pela misericórdia de Deus; Professor da EBD; Capelão; Estudante persistente da Palavra de Deus; Membro da Igreja Evangélica Assembleia de Deus - Min. Boas Novas em Guarapari-ES. Casado com a Inês; pai do Hugo, do Lucas e da Milena.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.