A confiança de Noé que o fez herdeiro da justiça.

Hebreus 11: 7
Pela fé, Noé, divinamente avisado das coisas que ainda não se viam, temeu, e, para salvação da sua família, preparou a arca, pela qual condenou o mundo, e foi feito herdeiro da justiça que é segundo a fé.”

A fé é um dom que Deus vem concedendo ao homem ao longo da historia da humanidade. A fé não nasceu com o cristianismo e tampouco surgiu com o derramar do Espírito Santo sobre a igreja, desde os primeiros homens da Bíblia, vemos a fé operando na vida deles e, Noé, é um clássico exemplos disso.

O melhor significado para a palavra temor, na Bíblia, é: um sentimento profundo de respeito e obediência. Noé era bisneto de Enoque, o homem que Deus “tomou para si”. Ele não conviveu com seu bisavô, porém, com toda certeza, a genealogia de Sete era de homens que buscaram a Deus e, Noé foi influenciado por seus antepassados acerca do Deus de Adão e Eva, do YHWH Todo Poderoso, o criador e mantenedor de toda a vida. Noé, divinamente avisado de algo que nunca tinha visto na sua vida, temeu, ou seja, ele deu crédito ao que lhe foi falado, mesmo que nunca tinha visto chuva na vida dele. A única coisa que impulsiona o homem a agir assim é a fé. Contudo, Deus não escolheu Noé aleatoriamente. Noé tinha um “curriculum vitae” invejável: “era homem justo e perfeito em suas gerações; Noé andava com Deus.” Como podemos ver, Deus sempre reservará para Si os remanescentes. Sempre haverá aqueles que, em meio a corrupção e depravação da vida humana, estarão reservados para servirem a Deus com fidelidade e inteireza de coração.

Talvez algumas pessoas digam que as medidas que Deus deu a Noé para construir a arca, não eram suficientes para acomodar todo mundo, por isso, as pessoas não quiseram entrar. Eu digo que nosso Deus não é um Deus esbanjador, para que construir uma embarcação maior do que Ele tinha projetado, se antecipadamente, Ele sabia que as pessoas não dariam crédito a “pregação” de Noé?

Desde o início de tudo, o pacto que Deus fez, tinha como objetivo principal: a preservação da vida. Com Noé não foi diferente. Em todo momento, o desejo de Deus é preservar a vida humana bem como a vida animal, ou seja, tudo quanto foi criado por Ele. A abrangência do seu pacto é universal no sentido de não fazer distinção àquele que deseja ser preservado, porém, essa abrangência universal não dever ser vista de forma que Deus vai preservar a vida, neste caso, a vida humana, sem exceção. A salvação sempre foi para os que reconhecem que precisam ser salvos.

O que causa espanto é que, hoje, os crentes, tendo a seu dispor todas as ferramentas necessárias para edificação de fé, não fazem uso adequado delas. E, muitos destes vivem escorados na fé de outros e com isso, não tem nenhuma experiência com Deus para testemunhar.

Deus te abençoe.
Graça e Paz.

Compartilhar

Erivelton

Cristão Evangélico; Obreiro do Senhor Jesus Cristo, pela misericórdia de Deus; Professor da EBD; Capelão; Estudante persistente da Palavra de Deus; Membro da Igreja Evangélica Assembleia de Deus - Min. Boas Novas em Guarapari-ES. Casado com a Inês; pai do Hugo, do Lucas e da Milena.

2 thoughts on “A confiança de Noé que o fez herdeiro da justiça.

  • 8 de novembro de 2019 em 07:47
    Permalink

    Seria interessante explicar a frase: “foi feito herdeiro da justiça que é segundo a fé.” O que é ser herdeiro? Herdeiro da justiça? Quem o fez herdeiro?

    Resposta
    • 8 de novembro de 2019 em 10:29
      Permalink

      Graça e Paz meu amado.
      Isto, tão somente, é uma figura de linguagem para dizer que Noé foi salvo.

      Resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.