A poderosa mensagem do Evangelho é anunciar a cruz de Cristo.

I Coríntios 1: 23-24
Mas nós pregamos a Cristo crucificado, que é escândalo para os judeus e loucura para os gregos. Mas, para os que são chamados, tanto judeus como gregos, lhes pregamos a Cristo, poder de Deus e sabedoria de Deus.”

Devemos estar sempre nos policiando para evitar que nos transformemos em crentes extremistas radicais. Não, não é que vamos pegar em armas para forçar as pessoas a serem cristãs evangélicas na marra. Não é isso! Mas existe, ou melhor, ainda persiste em existir crentes radicais, com atitudes que denigrem o evangelho em vez de expandi-lo. Não me refiro aos hereges e falsos convertidos, falo dos que aceitaram a Jesus e agora querem impor o evangelho a base da insistência.

Existem, ainda, algumas pessoas que depois que aceitaram a Jesus e abraçaram o cristianismo, tornaram-se verdadeiros soldados, contudo, esses “soldados” usam as armas erradas para anunciar o evangelho de Jesus Cristo. Para essas pessoas não existem nenhum outro assunto a ser tratado que não seja os da Bíblia, no entanto, eles mesmos não leem a Bíblia, mas ficam repetindo o que ouvem dos outros. São críticos inveterados de tudo quanto os outros fazem e isso se aplica a todas as pessoas que não frequentam a mesma igreja que eles.

Não existe coisa pior do que crente enjoado. Ele vê pecado em tudo e em todos, tudo quanto as outras pessoas fazem ou da forma como vivem é errado ou é pecado. Tendo ou não espaço, chance ou oportunidade para entrar com um assunto sobre evangelização, tal crente, já entra de “sola”, demonizando tudo que existe e sentenciando todos ao inferno. Tais crentes são taxativos quanto a redes sociais: É COISA DO INFERNO! CRENTE QUE É CRENTE, NÃO MEXE COM ISSO!
A opinião deles sobrepuja e prevalece sobre a poderosa mensagem do Evangelho de Jesus Cristo. Nem adianta mostrar que a Palavra de Deus não condena, o que prevalece é a opinião deles. A mensagem que tais crentes transmitem é a de um Deus justiceiro e punidor, que sem complacência nenhuma vai castigar sem nenhuma piedade os que desviarem da verdade (deles). Isso não é evangelizar.

Evangelizar é anunciar um Deus misericordioso e complacente para com todos os homens, cujo desejo é que todos se salvem; anunciar um Jesus amoroso, que mesmo tendo conhecimento de que não tínhamos méritos, se ofereceu para morrer em nosso lugar e, assim, satisfazer a justiça de Deus; e, anunciar um Espírito Santo que, enquanto estivermos em comunhão com o Pai, será nosso consolador, instrutor e intercessor. Evangelizar é atestar que não existe outro meio de alcançarmos a misericórdia do Pai Celeste, senão pela obra realizada pelo Filho e, agora, desfrutamos da Sua Graça pela ação do Espírito Santo em nós.

Não duvido do poder de Deus em usar os homens para anunciar o Evangelho até os confins da terra, mas acredito que as redes sociais vieram para facilitar essa obra. Assim como Ele concede estratégias aos missionários para alcançarem muitos povos de culturas, idiomas e níveis sociais totalmente divergentes, Ele usa os que tem acesso as redes sociais para anunciar as Boas Novas pela WEB.

As Boas Novas são: JESUS CRISTO QUER TE SALVAR, MAS PARA QUE ELE POSSA TE SALVAR, ELE PRECISA SER SENHOR DE SUA VIDA.

Deus te abençoe.
Graça e Paz.

Compartilhar

Erivelton

Cristão Evangélico; Obreiro do Senhor Jesus Cristo, pela misericórdia de Deus; Professor da EBD; Capelão; Estudante persistente da Palavra de Deus; Membro da Igreja Evangélica Assembleia de Deus - Min. Boas Novas em Guarapari-ES. Casado com a Inês; pai do Hugo, do Lucas e da Milena.

2 thoughts on “A poderosa mensagem do Evangelho é anunciar a cruz de Cristo.

  • 23 de junho de 2018 em 13:31
    Permalink

    A paz do Senhor Pr. Erivelton,

    Excelente exploração.

    Que Deus continue abençoando.

    Sds. Em Cristo

    Pb. José Flávio.

    Resposta
    • 23 de junho de 2018 em 17:11
      Permalink

      Amém, meu amado.
      Deus te abençoe, obrigado pela visita ao nosso blog.

      Resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.