O Reino de Deus é semelhante a uma plantação.

Marcos 4: 26-29
E dizia: O Reino de Deus é assim como se um homem lançasse semente à terra, e dormisse, e se levantasse de noite ou de dia, e a semente brotasse e crescesse, não sabendo ele como. Porque a terra por si mesma frutifica; primeiro, a erva, depois, a espiga, e, por último, o grão cheio na espiga. E, quando já o fruto se mostra, mete-lhe logo a foice, porque está chegada a ceifa.”

Na primeira lição, da qual falamos sobre a parábola do semeador, fomos levados ao entendimento de que, está fora da nossa capacidade ou poder fazer com que a semente semeada germine e cresça, bem como, não precisamos ter um entendimento pleno do processo de germinação dela, o ensino é – semeie a semente. Somos exortados a não desanimar quando não houver a germinação da semente semeada.

Neste texto o Senhor está dizendo, em outras palavras, o seguinte: “se a semente for semeada com zelo e dedicação, não se aflija por sua germinação, não se inquiete, se houver demora no crescimento, isto é o processo natural que segue seu curso. O solo sendo fértil, por si mesmo a fará crescer e frutificar. A terra se incumbirá deste misterioso processo.”

Desta forma, independentemente do tamanho da semente semeada, mesmo que ela seja minúscula como a da mostarda, se plantada em lugar próprio e adequado, ou seja, em solo fértil, crescerá de uma forma tão exuberante que poderá se tornar uma arvore frondosa e útil a todos. Assim é o Reino de Deus, podemos dar início ao seu crescimento aqui na terra, desempenhando um trabalho que aos olhos de muitos pode ser insignificante, mas, se formos zelosos, dedicados e perseverantes, esse “trabalhozinho” se tornará numa obra extraordinária.

Quem semeia, age, acima de tudo, pela fé. Nos dois aspectos, tanto o terreno como o espiritual, quem semeia, o faz sem ter o mínimo conhecimento sobre o resultado que se obterá. Aliás, quem semeia não sabe nem se a semente semeada brotará, quanto mais se crescerá e frutificará. A fé do semeador tem que estar em ação até a sega. Da mesma forma que ele semeou com fé, deverá permanecer crendo que a plantinha crescerá e perseverar crendo que se colherá, dela, os frutos.

O que o Senhor Jesus quer que aprendamos é que a mensagem do Reino de Deus mesmo que tenha iniciado por apenas uma pessoa, hoje, mesmo que nem todos que ouviram essa mensagem se converteram, ainda assim, ela alcançou milhares e milhares de pessoas, porém, isso não é o fim, o tempo da ceifa ainda não chegou e, os frutos desta semente devem dar continuidade na sua propagação a fim de que se torne conhecida de todos. JESUS ESTÁ VOLTANDO!

Contudo, assim como no aspecto terreno em que só se atiram pedras em arvores frutíferas, assim será no nosso desenvolvimento espiritual. Quanto mais crescermos na graça e no conhecimento de Deus, mais provados e tentados seremos.

Deus te abençoe.
Graça e Paz

Erivelton Figueiredo

Compartilhar

4 thoughts on “O Reino de Deus é semelhante a uma plantação.

  • 16 de outubro de 2018 em 09:28
    Permalink

    Graças a Deus por este maravilhoso comentário bíblico muito interessante e útil 🙏
    Mas gostaria de saber como compartilhar este conteúdo na íntegra 🙌🙌
    obrigada

    Resposta
    • 16 de outubro de 2018 em 09:36
      Permalink

      Amém,
      Obrigado pela visita ao nosso blog.
      Quanto ao compartilhamento, fique a vontade. Se quiser, siga-nos no Twitter ou faça de acordo com suas possibilidades.
      Será uma grande ajuda na divulgação do nosso trabalho.
      Deus te abençoe.

      Resposta
  • 7 de dezembro de 2018 em 07:09
    Permalink

    AMÉM🙏🙏🙏🙏🙏Glória Deus que Deus abençoe poderosamente cada um dos irmãos desejo a todos um abencoado fim de semana de muita paz,é sempre extraordinário estudar e lê e meditar nas palavras do Senhor esforta-se disse o Deus de Israel por isso sempre devemos está nos esforçando em nossas obras para fazer com muito amor para o Senhor nosso Deus,que viver e reina para todo sempre🙏que possamos da o nosso melhor a cada dia.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.