A lista dos que não herdarão o Reino de Deus.

I Coríntios 6: 9-11
Não sabeis que os injustos não hão de herdar o Reino de Deus? Não erreis: nem os devassos, nem os idólatras, nem os adúlteros, nem os efeminados, nem os sodomitas, nem os ladrões, nem os avarentos, nem os bêbados, nem os maldizentes, nem os roubadores herdarão o Reino de Deus. E é o que alguns têm sido, mas haveis sido lavados, mas haveis sido santificados, mas haveis sido justificados em nome do Senhor Jesus e pelo Espírito do nosso Deus.”

Não obstante a tudo quanto escrevemos nesta semana, estamos conscientes da expansão do Reino de Deus aqui na Terra. Claro! As criticas que faço a determinadas denominações, não abrange a todas as igrejas. Tem muita gente cumprindo com o seu papel de crente; de servo de Deus, testemunhando com atitudes de que, realmente, é um salvo, lavado e remido pelo sangue de Cristo. A igreja de Cristo tem crescido sim, talvez não na proporção que o Pai Celeste deseja, mas tem crescido e, não ignoramos isso.

A ênfase que Jesus deu ao tamanho desproporcional da mostarda, chama a atenção dos crentes exatamente sobre este aspecto – um crescimento descaracterizado da semente original, ou seja, a planta desenvolveu além de suas características peculiares. Contudo, o problema não é crescer demais, não é tornar-se uma árvore vistosa e suntuosa, o problema está nos tipos de“animais” que a “arvore” aceita abrigar. Traduzindo, não há nenhum problema que as igrejas cresçam. Não há nenhum problema construir templos com fachadas de vidro, ou que ocupem um quarteirão inteiro na área mais nobre da cidade, ao contrário do que alguns pensam, eu não vejo isso como uma ostentação da igreja, antes, vejo que tal igreja tem no seu rol de membros, pessoas que realmente entenderam e atenderam o chamado do Senhor.

Bom, … se o problema não está em crescer além da expectativa, qual é então? Amados, voltemo-nos para os exemplos da vida terrena. Quando um crescimento ocorre dentro do que se espera, é normal, mas quando há um crescimento de forma desequilibrada é indício de que alguma coisa está errada. Não podemos taxar uma igreja de grande, pela quantidade de membros nominais que ela tem. Uma igreja só pode ser vista como grande, quando todos seus membros são verdadeiros crentes. Desta forma, proporcionalmente, vemos muitas igrejas suntuosas que são menores que muitas congregações.

O crescimento de uma igreja é desequilibrado quando ela começa a abrigar em seus “galhos” qualquer tipo de “animal”. As pessoas vão se achegando, vão ficando, se tornando frequentadores assíduos que, chega um momento que são confundidos como membros, porém, são pessoas que nunca aceitaram o sacrifício de Jesus, não participam com Ele deste sacrifício e nunca foram regeneradas e, são pessoas que, por causa de suas obras, sãofacilmente de serem identificadas.

O Senhor Jesus declarou que toda a “massa está levedada”, então proceda como orienta Paulo, na sua carta aos Filipenses: “Quanto ao mais, irmãos, tudo o que é verdadeiro, tudo o que é honesto, tudo o que é justo, tudo o que é puro, tudo o que é amável, tudo o que é de boa fama, se há alguma virtude, e se há algum louvor, nisso pensai.”

Deus te abençoe.
Graça e Paz.

Erivelton Figueiredo

Compartilhar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.