A prova da obediência está na prática e não nas palavras.

Tiago 1: 22
E sede cumpridores da palavra e não somente ouvintes, enganando-vos com falsos discursos.”

Evangélico! Afinal o que, realmente, significa essa palavra, ou, o que, de fato, implica em ser um evangélico? Deram ao termo um significado banal. Evangélico, hoje, na concepção de muitas pessoas, é aquela pessoa que frequenta uma igreja cristã evangélica ou, aquilo que está, relativamente, ligado a estas igrejas – músicas, coreografias, livros, etc., etc. Entretanto, o termo evangélico diz respeito a tudo aquilo que se apresenta em conformidade com os princípios do Evangelho. Em outras palavras, não basta saber da existência do evangelho, tem que se ter uma vida centrada nos seus princípios.

Amar e obedecer a Deus são duas coisas que estão distantes de serem alcançadas por muitos crentes, embora frequentem os cultos com certa regularidade, tais crentes, estão afastados espiritualmente do Senhor, ainda não entenderam que não é a igreja, em si, que reaproxima o homem de Deus.

Da mesmíssima forma como Israel procedeu, a igreja está procedendo, e digo mais, vejo que a igreja está, em alguns momentos, procedendo pior do que Israel. Da mesma forma como os israelitas deram maior importância ao Templo, às Leis e às tradições, os crentes, nos dias de hoje, também estão. O culto com sua liturgia, os costumes e as tradições tomaram o lugar da obediência e devoção ao Senhor da Igreja. As pessoas conduzem seus corpos aos cultos e reuniões, mas a mente e o coração estão distantes, voltados para os próprios interesses e desejos individuais. A igreja é o meio que Deus criou para que eu e você pudéssemos por em prática tudo aquilo que temos ouvido acerca da bondade, misericórdia, justiça, graça e amor de Deus.

Muitos crentes estão mais preocupados em seguir dogmas estritamente religiosos em detrimento a fiel Palavra de Deus. Importa mais as tradições religiosas do que os mandamentos divinos. O não cortar o cabelo, o não usar maquiagens, o não pintar as unhas, o usar roupas que cada um, individualmente, conceitua como decente, o não frequentar certos ambientes que, também, conceituamos, individualmente, como impróprios, tudo isso e mais alguns preceitos estão mais em voga na vida de alguns crentes do que o amar a Deus e ao próximo como a si mesmo.

Como Israel, a igreja hoje está superlotada de “teólogos” e “mestres” prontos a transmitir teoricamente todo o conhecimento que tem, mas, a grande maioria destes “teólogos” e “mestres” não tem na vida prática nenhum exemplo a ser imitado.

Erivelton Figueiredo

Deus te abençoe.
Graça e Paz.

Compartilhar

Erivelton

Cristão Evangélico; Obreiro do Senhor Jesus Cristo, pela misericórdia de Deus; Professor da EBD; Capelão; Estudante persistente da Palavra de Deus; Membro da Igreja Evangélica Assembleia de Deus - Min. Boas Novas em Guarapari-ES. Casado com a Inês; pai do Hugo, do Lucas e da Milena.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.