Jesus deu-nos o exemplo sendo obediente ao Pai.

Hebreus 5: 8
Ainda que era Filho, aprendeu a obediência, por aquilo que padeceu.”

Embora alguns crentes ainda não entendam ou, digo mais, não queiram aceitar que Jesus Cristo era cem por cento homem e cem por cento Deus, a natureza humana de Jesus era real, ainda que sem pecado era fraca, ou seja, Jesus era um ser humano completo. E, não podia ser diferente disso, pois, o Senhor Jesus devia experimentar, provar cada parte da nossa natureza, por que Ele veio redimir o ser humano num todo e, não apenas em partes.

Paulo na sua carta aos Filipenses diz que nosso corpo é vil – “Quem deve mudar nosso corpo vil, que ele pode ser formado como ao seu corpo glorioso, de acordo com o trabalho pelo qual ele é capaz até de subjugar todas as coisas para si” (KJV). Mateus assegura que nossa alma está perdida – “Pois que aproveita ao homem ganhar o mundo inteiro, se perder a sua alma? Ou que dará o homem em recompensa da sua alma?” Paulo escrevendo aos crentes de Roma está convicto de que nossa mente é puramente carnal, e por não se sujeitar à Lei de Deus, está permanentemente em inimizade contra Deus – “Porquanto a inclinação da carne é inimizade contra Deus, pois não é sujeita à lei de Deus, nem, em verdade, o pode ser. Portanto, os que estão na carne não podem agradar a Deus.” O profeta Jeremias declarou que não existe nada mais enganoso e corrupto que o coração humano – “Enganoso é o coração, mais do que todas as coisas, e perverso; quem o conhecerá?” Enfim, não há nada na nossa natureza que seja declarada como boa.

O pecado não corrompe algumas partes do corpo, toda a nossa natureza é afetada quando pecamos, por isso, não havia outro meio de sermos redimidos. A não ser que Cristo tomasse sobre si a plenitude da nossa natureza para que pudesse fazer a expiação do pecado em cada área da nossa natureza. Assim, fomos redimidos por completo – coração, mente, alma e volição, tornando-nos a partir desta remissão, servos e filhos de Deus.

Na sua natureza humana, o Senhor Jesus, deixou bem claro que é possível obedecer a Deus apesar de todas as forças contrárias. Isto é, embora minha natureza decaída tente me impelir a uma direção contrária aos propósitos do Senhor, tenho o dever de dominá-la e obedecer fielmente a voz do meu Deus, seguindo nos caminhos que Ele traçou para que caminhasse nele.

Erivelton Figueiredo

Deus te abençoe.
Graça e Paz.

Referências:
– A Natureza Humana Completa de Cristo – Rev. Ronald Hanko

Compartilhar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.