Considerar os outros superiores a nós mesmos.

Filipenses 2: 3
Nada façais por contenda ou por vanglória, mas por humildade; cada um considere os outros superiores a si mesmo.”

É importante entender a que a Bíblia se refere quando fala de “humildade”. Humilde não é aquele que faz pouco de si mesmo, porém, o humilde não pensa em si mesmo. A humildade é a graça que perdemos quando descobrimos que a possuímos. O crente verdadeiramente humilde conhece e aceita a si mesmo. Entrega-se a Cristo para ser um servo, a fim de que sua vida e seus talentos sejam usados para a glória de Deus e para o bem dos outros. Os olhos do crente não estão voltados para si mesmo, mas sim para as necessidades dos outros.

A didática de Paulo não era levar as pessoas apenas ao conhecimento teórico das práticas cristã, ele tenta exasperadamente conduzir os crentes a uma vida literalmente prática. O seu anseio era ver toda a igreja praticando seus ensinamentos. Era o que ele tinha aprendido, como regra, era o que ele estava ensinando. É inútil conhecer todos os ensinamentos da Palavra de Deus se não os pusermos em prática. Via de regra, no Reino de Deus, teoria não serve para nada.

A humildade, invariavelmente, conduz as pessoas a submissão, contudo, não estamos falamos de se colocar a disposição em tempo integral para a realização e satisfação dos caprichos dos outros, e, muito menos, que nos tornemos servis das pessoas com intenção bajuladora. Submissão é dispor-se a obedecer mesmo que a nossa posição não seja de subalterno. É ouvir mesmo que nossa posição nos condicione a falar, é aceitar apesar de não expressar o nosso verdadeiro desejo.

O “sonho” de Paulo, é o sonho de muitos irmãos, inclusive o meu. É a “ilusão” de fazer com que uma igreja seja perfeita, que todos os irmãos pratiquem a Palavra de Deus com a mesma dedicação e zelo. Que todos se empenhem em realizar a obra de Deus com o mesmo esmero. Claro que sei que, no tocante a templo físico, não vamos encontrar uma igreja perfeita, mas, em se tratando de cada crente como igreja, sem dúvidas encontraremos muitos que agem com humildade e submissão, que apesar do vasto conhecimento da Palavra de Deus e uma exuberante vida de experiências com o próprio Deus, agem com toda a simplicidade no meio do rebanho do Senhor.

Ser humilde é quando passamos a ver a necessidade do irmão como sendo maior que a nossa.

Erivelton Figueiredo

Deus te abençoe.
Graça e Paz.

Referências:
– Comentário Bíblico do Novo Testamento – W.W.Wiersbe

Compartilhar

One thought on “Considerar os outros superiores a nós mesmos.

  • 24 de dezembro de 2018 em 14:41
    Permalink

    Muito bem, ótima explicação!

    Resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.