Duas coisas importantes: submissão a Deus e resistência ao Diabo.

Tiago 4: 7
Sujeitai-vos, pois, a Deus; resisti ao diabo, e ele fugirá de vós.”

Dos vários propósitos para os quais Tiago escreveu essa epístola, o que mais se destaca é o ensino veemente de se ter a fé demonstrada na vida prática. Tiago afirma que a fé genuína é constantemente posta à prova, por isso, todo aquele que se dispõe a sujeitar-se a Deus, está, indiscutivelmente, tendo seus passos sendo guiados a um destino vitorioso. Tal qual um exército, nós, como bons soldados, devemos seguir as instruções do nosso General, pois, somente Ele tem as estratégias que nos conduzirão a vitória.

Sujeitar não é portar-se como um escravo que está pronto a satisfazer todo e qualquer desejo do seu senhor, antes é, mesmo tendo nossas opiniões e conceitos, reconhecermos nossa posição diante de Deus – Ele é Soberano e está, infinitamente, acima (não é a questão de altura) de nós, e, mesmo que alcancemos o conhecimento de todas as coisas dos mundos físico e espiritual, ainda assim, seremos infinitamente menores, em todos os aspectos, que Deus.

O orgulho foi a causa da queda de Satanás e, ele usa exatamente essa arma para afastar o homem de Deus. Ele mentiu para Eva no início, prometendo que ela seria igual a Deus e continua usando o mesmo artifício nos dias de hoje, iludindo alguns crentes a respeito desta questão. Por isso, Tiago exorta os crentes, de uma forma universal, a reconhecerem e admitirem sua posição diante de Deus, pois, aquele que se sujeita, está reconhecendo e admitindo que Aquele que está acima dele, tem o controle de todas as coisas.

Mesmo Satanás tendo um certo grau de poder em relação a nós, ele, em muitas ocasiões, age covardemente. Sim! Ele foge quando percebe que está sendo resistido. Essa atitude dele nos leva a pensar em suas estratégias: – primeiro – ele foge para nos conduzir a um sentimento de orgulho, e desta forma, julgamos que já podemos encarar as hostes da maldade com a cara e a coragem, pois, se o chefe do bando fugiu, o que se dirá do resto deles. E, em segundo – ele foge quando percebe que estamos completamente invulneráveis e que nenhuma de suas setas inflamadas nos atingirá, ou seja, não estamos sozinhos nem desamparados. Porém, a fuga covarde de Satanás, não indica que ele foi derrotado de uma vez por todas. Além de covarde ele é insistente.

Sendo assim, Tiago nos dá a “receita” para permanecermos firmes em todas as investidas de Satanás: reconhecermos e admitirmos Deus como Senhor Soberano de nossas vidas, para, em seguida, resistirmos firmemente, não por nossa capacidade, mas, amparados pelo Senhor às investidas do diabo.

Erivelton Figueiredo

Deus te abençoe.
Graça e Paz.

Compartilhar

One thought on “Duas coisas importantes: submissão a Deus e resistência ao Diabo.

  • 5 de janeiro de 2019 em 09:07
    Permalink

    AMÉM! GLÓRIA A DEUS!

    Resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.