Os anjos pertencem a uma ordem da criação de Deus.

Neemias 9: 6
Tu só és SENHOR, tu fizeste o céu, o céu dos céus e todo o seu exército, a terra e tudo quanto nela há, os mares e tudo quanto neles há; e tu os guardas em vida a todos, e o exército dos céus te adora.”

As lições deste primeiro trimestre do ano, quer nos fazer entender que o mundo espiritual é tão real quanto o mundo físico. Tudo quanto a Bíblia tange sobre o mundo espiritual, apesar de não vermos e não tocarmos, existe e tem propósitos definidos. Anjos e demônios travam batalhas intermináveis, não que estejam disputando os Céus e, muito menos, disputando o Reino de Deus, mas, disputam as vidas humanas. Os Anjos, como aliados, lutam para resguardar-nos, enquanto os demônios, como cruéis e impiedosos inimigos, tentam destruir-nos. E, essas batalhas não acontecem esporadicamente, elas são diárias e constantes.

Se tivéssemos a oportunidade de contemplar com os olhos carnais esta batalha, teríamos a visão da mais “cruenta” batalha já vista por algum homem – milhares de Anjos lutando ante a fúria impiedosa de Satanás e seu exército de demônios que, mesmo sucumbindo ante o poder dos Anjos de Deus, continuam investindo contra os santos do Senhor.

Os Anjos, assim como todas as coisas que existem, foram criados por Deus. O Senhor, por Seu poder soberano, os criou do nada. Pelo poder da Sua palavra ordenou que existissem e assim foi. Não há nenhum registro bíblico a respeito de quando isso aconteceu, sabemos somente que foi muito, muito antes que todo o universo fosse criado. Da quantidade de Anjos, sabemos que são miríades de milhões.

Os Anjos foram criados com o propósito de servir e adorar a Deus. Quanto ao serviço, tudo eles fazem para que os propósitos de Deus sejam cumpridos. São ministros de Deus para exercerem todo e qualquer tipo de trabalho que lhes forem confiados. Com exceção dos anjos que se rebelaram junto com Lúcifer, todos os Anjos, independente da hierarquia, se submetem voluntariamente à vontade de Deus.

Os Anjos são descritos como espíritos, pois diferente dos homens, não estão limitados às condições físicas e naturais, contudo, são dotados de poder para assumirem forma humana, a fim de se tornarem visíveis aos homens, como também, de se movimentarem com extrema rapidez.

A Bíblia define o caráter dos Anjos como sendo: obedientes, pois executam a vontade de Deus sem questionar ou vacilar; reverentes; sábios; mansos, de forma que não guardam ressentimentos pessoais e nem injuriam seus opositores; poderosos e santos, por que foram separados por Deus e para Deus.

Erivelton Figueiredo

Deus te abençoe.
Graça e Paz

Referências:
– Conhecendo as doutrinas da Bíblia – Myer Pearlman

Compartilhar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.