Resistir ao Diabo é não dar lugar a ele.

Efésios 4: 27
Não deis lugar ao diabo.”

Paulo começa o capítulo 4 de sua carta aos crentes de Éfeso usando uma expressão que indica um pedido que revela muita insistência e um forte sentimento de intensa comiseração. O seu rogo não era com a finalidade de instruir os crentes a andarem ou se comportarem conforme o sistema religioso judaico da época exigia, mas que o comportamento deles, agora como filhos de Deus, estivesse em conformidade com o chamado que tinham recebido. Em outras palavras, Paulo estava dizendo o seguinte: “Façam para Cristo o mesmo que Ele fez por vocês”.

Tenho imensa admiração quando ouço alguém dizer que já leu a Bíblia “n” vezes, porém minha admiração logo se transforma e decepção, pois, percebo que apesar de ter lido a Bíblia “n” vezes, algumas destas pessoas não praticam, absolutamente, nada do que leram – A Bíblia não foi escrita com o intuito de ser apenas estudada, analisada, examinada ou lida, ela foi escrita para ser praticada. Não existe razão maior do que a eleição em Cristo Jesus, para ser motivo do nosso comportamento diante de Deus. 

Quando Paulo roga aos crentes para que eles não deem lugar ao diabo, ele não está dizendo que os crentes fazem isso deliberadamente, mas que, independente da vontade do crente, o diabo tenta se apossar dos sentimentos, pensamentos e desejos das pessoas. Então, o que seria esse não “dar lugar ao diabo”?

Diz a Física que dois corpos não podem ocupar o mesmo lugar ao mesmo tempo, ou seja, em um recipiente que contém um litro de óleo se adicionarmos um litro de água, certamente o óleo será expulso do recipiente para dar lugar a água. De uma certa forma é assim a nossa vida como crentes em Cristo Jesus. A medida que vamos cedendo espaço em nosso ser para as soberbas da vida, as concupiscências da carne e dos olhos, a nossa comunhão e poder outorgados por Cristo, vai se esvaindo. O Espírito Santo não divide “seu templo” com nada e com ninguém, apesar dEle ter um tipo de “ciúme” daqueles que O recebem, jamais Ele contenderá com as pessoas impondo o estilo de vida que devemos viver.     

A maneira mais sensata para não darmos lugar ao diabo, é estarmos continuamente cheios do Espírito Santo. Isso não significa que não seremos tentados, mas que seremos vitoriosos nas tentações. Nunca esqueçamos que o diabo é atrevido, ousado e covarde, ele é quem não desiste nunca, por isso, não desfaleçamos na fé.

Erivelton Figueiredo

Deus te abençoe.
Graça e Paz.

Compartilhar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.