A glória do Senhor manifesta-se pela adoração.

Isaías 6: 3-4
E clamavam uns aos outros, dizendo: Santo, Santo, Santo é o SENHOR dos Exércitos; toda a terra está cheia da sua glória. E os umbrais das portas se moveram à voz do que clamava, e a casa se encheu de fumaça

Estamos conscientes de que a adoração requerida por Deus deve fluir de um coração sincero e verdadeiro, esta tem que, indubitavelmente, estar associada a um estilo de vida e, não a momentos de delirante frenesi. Em outras palavras estamos dizendo que a adoração é um estilo de vida em que o adorador vive em constante adoração, isto é, uma vida inteira dedicada à adoração, pois, o que passar disso não é nada além do que uma instantânea e repentina explosão de sentimentos que, assim como começou, rapidamente chega ao fim. E, é exatamente nisto que estão transformando os cultos ultimamente.

A visão descrita por Isaías se refere ao Templo Celestial e não ao Templo de Salomão, bem como, a morte de Uzias nada tem em relação com a visão, aquela serve apenas de referência do tempo em que esta ocorreu. A menção da morte de Uzias serve tão somente para demarcar o tempo em que o profeta entendeu definitivamente o propósito do seu chamado. A visão relatada por ele revelou que a Glória, Majestade e Santidade de Deus requer que aqueles que a Ele servem, devem também ser santos. De igual forma, muitas igrejas dos nossos dias estão precisando de uma visão, como a de Isaías, de Deus no seu meio, como o Senhor Santo e Juiz de todos. Estamos precisando reconhecer a necessidade da obra santificadora em nossa vida, para que, à semelhança de Isaías confessemos com quebrantamento e sincera purificação de vida em vista do chamado da parte de Deus e no tocante à Sua vontade.

A manifestação da Glória do Senhor não tem por propósito promover um delirante estado de euforia nas pessoas, antes ela tem por fim, despertar as pessoas de um estado de letargia religiosa e conscientiza-las de suas imperfeições e impurezas. E, quando isso ocorre, entramos no processo de santificação que nos torna aptos a permanecer na Sua presença como servos. Todo aquele que se acerca de Deus precisa receber o perdão dos seus pecados e a purificação do seu coração pelo Espírito Santo – “Cheguemo-nos com verdadeiro coração, em inteira certeza de fé, tendo os corações purificados da má consciência, e o corpo lavado com água limpa”, pois somente Deus pode nos tornar puros como Ele mesmo requer.

A visão da Glória de Deus que Isaías contemplou, não só o despertou para a sua real condição como, também, o fez entender que para permanecer diante do Deus Santo, exigia uma conversão radical no estilo de vida. As características dos servos do Senhor não podem ser evidenciadas apenas na maneira de se vestirem, até o nosso linguajar nos condena. O padrão exigido por Deus, apesar das limitações do homem, é o mais perfeito possível.

Erivelton Figueiredo

Deus te abençoe.
Graça e Paz.

Compartilhar

One thought on “A glória do Senhor manifesta-se pela adoração.

  • 21 de junho de 2019 em 21:25
    Permalink

    Maravilhoso texto! Concordo plenamente.
    Eu tenho sentido a falta da verdadeira importância de estarmos na presença de Deus. Eu amo os louvores porque um louvor também é uma adoração. Mas sinto que as igrejas estão muito preocupadas com a entrada dos cultos com grande parte em louvores , muita euforia . Sinto falta de uma pregação que realmente preencha o que falta de verdade durante o culto. Não estou julgando nenhuma denominação, mas é o que sinto. Uns dias atrás fui convidada para ir numa igreja, fui e fiquei maravilhada com a mensagem que foi ministrada. Acho que isto é o que está faltando em muitas denominações. Só uma opinião. Eu gosto muito de uma pregação onde sinto que realmente Deus está presente. Eu digo. ” Deus está presente neste lugar. Muitas vezes a gente está cantando, ou lendo um texto
    bíblico e não conseguimos nos conectar. Aí está. Nosso coração está vazio, enquanto deveria estar cheio da glória de Deus.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.