Devemos glorificar a Deus em nosso corpo.

I Coríntios 6: 19-20
Ou não sabeis que o vosso corpo é o templo do Espírito Santo, que habita em vós, proveniente de Deus, e que não sois de vós mesmos? Porque fostes comprados por bom preço; glorificai, pois, a Deus no vosso corpo, e no vosso espírito, os quais pertencem a Deus

Há no mundo cristão religioso um ensino sobre santificação que, em si mesmo, é falso, e perigoso em sua influência. A grande maioria destes que ensinam essa falsa santificação, não a possuem verdadeiramente. Aos que estão realmente buscando o perfeito caráter cristão, jamais condescenderão com o pensamento de que estão sem pecado. Ainda que tenham uma vida irrepreensível; ainda que estejam vivendo como representantes da verdade que aceitaram; porém, quanto mais consagram a mente e o corpo para se aproximarem do caráter de Cristo e com mais clareza discernem a perfeição e impecabilidade do Filho de Deus, mais profundamente enxergam seus próprios defeitos.

A santificação exigida por Deus aos que o servem, não pode ser interpretada como sendo o desejo de Deus em querer que sejamos seres perfeitos, antes, a santificação é uma condição para que possamos ver a Sua face. É impossível que, alguém que ainda não experimentou o “novo nascimento” queira se santificar. Apenas os que são verdadeiramente convertidos, tem como primeira preocupação se, no lar, no trabalho, na vizinhança, na sociedade ou na igreja, estão realizando todas as coisas em conformidade com expressa vontade de Deus. Existe uma grande dificuldade das pessoas entenderem que seus corpos não são templos do Espírito Santo somente na igreja, devemos fazer do nosso corpo templo do Espírito Santo em qualquer lugar.

Os parâmetros para todas as nossas atitudes estão estabelecidos na Bíblia Sagrada. Ela é o nosso prumo e nossa balança, é ela quem norteia por onde e como devemos andar neste mundo. Todo o tipo de conselho para uma vida próspera, encontramos nela; por ela somos advertidos de todas as intenções e desejos do coração; enfim, nela encontramos preceitos e proibições que tem por fim tão somente conduzir o homem até a presença de Deus. Nela temos tudo o que é necessário para vivermos de forma santificada.

A mordomia do corpo está intimamente ligada a santificação. Ainda que mantenhamos o corpo (no aspecto físico) dentro de um padrão aceitável, se não o santificarmos para Deus, infelizmente não estamos exercendo uma mordomia adequada.

Fomos chamados para sermos diferentes neste mundo e, para alcançar essa diferença temos que estar verificando rotineiramente tudo o que está ao nosso redor e tudo o que se nos apresentam. Não podemos estar “misturados” conforme o sistema do mundo sugere. Não é qualquer pessoa que pode ser nossa companhia, pois, se começamos a andar com quem gosta de lixo, em breve estaremos gostando de lixo também. Existem pessoas que são maldição em nossa vida, e porque devo continuar a andar com ela? Isso não é nenhum tipo de “fobia”, é o nosso direito de escolher com quem queremos andar.

Não sejas sábio a teus próprios olhos; teme ao SENHOR e aparta-te do mal. Isto será saúde para o teu âmago, e medula para os teus ossos.”

Erivelton Figueiredo

Deus te abençoe.
Graça e Paz.

Compartilhar

One thought on “Devemos glorificar a Deus em nosso corpo.

  • 17 de julho de 2021 em 08:27
    Permalink

    Muito bom o conteúdo,parabéns;
    O que você acha quanto ao cuidado com o corpo, tempo e morada do espírito?

    Resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.